Percepção das paisagens do Distrito Taquaruçu: ouvindo a comunidade local sobre a representatividade, agradabilidade e desagradabilidade de suas paisagens - DOI 10.5216/ag.v3i3.8599

Autores

  • Vanesa Rios Milagres Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v3i3.8599

Resumo

Este artigo tem como objetivo levantar a percepção da comunidade local do Distrito Taquaruçu, Palmas (TO), com relação às suas paisagens mais representativas, mais agradáveis e mais desagradáveis. A partir de 2001, Taquaruçu passou pela implantação de um pólo ecoturístico que influenciou diversas transformações em suas paisagens. Para realização da pesquisa foi utilizada a base teórica da percepção ambiental, por meio do modelo de abordagem 'ouvindo' e das técnicas de pesquisa em campo de Whyte (1977), sendo selecionada a variável identidade, cuja análise permitiu conhecer relevantes aspectos da percepção da paisagem através da comunidade local de Taquaruçu. Palavras Chave: percepção ambiental, paisagem, turismo, identidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-01-08

Como Citar

MILAGRES, V. R. Percepção das paisagens do Distrito Taquaruçu: ouvindo a comunidade local sobre a representatividade, agradabilidade e desagradabilidade de suas paisagens - DOI 10.5216/ag.v3i3.8599. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 3, n. 3, p. 130–151, 2010. DOI: 10.5216/ag.v3i3.8599. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/8599. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos