As transformações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no estado de Goiás (2010 -2020): limites e possibilidades para a construção da soberania alimentar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v17i2.75620

Resumo

O artigo apresenta um balanço histórico do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que se estruturou como uma das principais políticas públicas de construção da Segurança e Soberania Alimentar no Brasil. Tomou-se como recorte territorial o estado de Goiás no período 2010 a 2020. Foram analisadas as transformações ocorridas no Programa, bem como os gargalos (projeto versus realidade) para a inserção e permanência dos camponeses. Observou-se que mesmo com a abrangência limitada do ponto de vista espacial e social, o PAA, se fortalecido, possui grande potencial de contribuição na Soberania Alimentar, com a geração de renda no campo e a oferta de alimentos saudáveis e diversificados na cidade. Os resultados também evidenciam a necessidade de assegurar a dotação orçamentária, diante das mudanças nas orientações políticas do Estado, bem como a reestruturação das exigências sanitárias visando a incorporação da produção diversificada da agricultura camponesa.

Palavras-Chave: Política Pública. Questão Agrária. Agricultura Camponesa. Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2023-08-20

Como Citar

HORACIO GALVÁN , G.; OLIVEIRA, A. R. de. As transformações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no estado de Goiás (2010 -2020): limites e possibilidades para a construção da soberania alimentar. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 17, n. 2, p. 32–57, 2023. DOI: 10.5216/ag.v17i2.75620. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/75620. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos