A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE/DF e sua (Des)Organização Social, Espacial e Econômica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v17i1.74605

Resumo

No Brasil, há a presença das Regiões Integradas de Desenvolvimento Econômico (RIDEs) que são constituídas por mais de um Estado, e assim podem ser vistas como um conjunto heterogêneo no qual figuram grandes aglomerações de importância demográfica, econômica, social e política bastante diferenciada. O objetivo geral desse trabalho foi caracterizar a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno - RIDE/DF, considerando a composição dada pela Lei Complementar163/2018, nos âmbitos político, espacial e socioeconômico. Por meio de pesquisas bibliográfica e analítica, foi possível observar que os municípios que compõem a RIDE/DF se submeteram a uma urbanização desordenada que não foi causada pela industrialização e nem estava diretamente ligada a fatores vinculados a um desenvolvimento regional igualitário. A RIDE/DF ficou caracterizada por uma centralização de funções econômicas, das oportunidades de trabalho e segregação residencial, ocasionados em grande parte por ações iniciais do Estado, e que resultaram em diversos problemas, como o desemprego estrutural, déficit habitacional, violência urbana e desigualdade socioespacial, que afetam não só o DF, pois isso gera efeitos de transbordamentos para os demais municípios da RIDE/DF.

Palavras-chave:Políticas públicas regionais. Região integrada. RIDE/DF.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-04-20

Como Citar

PEREIRA DA SILVA, L.; JOSÉ DE OLIVEIRA, I.; EDUARDO GOMES, C. A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE/DF e sua (Des)Organização Social, Espacial e Econômica . Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 169–190, 2023. DOI: 10.5216/ag.v17i1.74605. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/74605. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos