Visitação desordenada e impactos ambientais em ambiente cavernícola: um estudo sobre o uso público da Gruta da Lancinha – Rio Branco do Sul/PR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v17i1.73513

Resumo

Recebendo visitantes de forma desregrada há mais de 150 anos, a Gruta da Lancinha vem sofrendo uma série de impactos ambientais que põe em risco esse sensível ecossistema. Este trabalho se propôs a conhecer os visitantes, suas origens, motivações, experiências anteriores e a forma como a visitação tem ocorrido na gruta, a partir da aplicação de questionário qualitativo online e físico, por meio da adaptação das “caixas-de-cume” utilizadas no montanhismo. Ainda, foram registrados e espacializados, em ambiente SIG, os principais impactos ambientais causados por essa visitação, e assim buscou-se apontar a relação entre um e outro, discutindo o descaso do Poder Público para com a gestão de uma das mais importantes cavidades naturais subterrâneas do estado do Paraná, além de apontamentos para a necessidade da elaboração do plano de manejo do Monumento Natural da Gruta da Lancinha.

Palavras-chave: Conservação da Natureza. Cavernas. Turismo. Patrimônio Natural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-04-20

Como Citar

BÖCK, M. C.; PAZ, O. L. de S. da; PAULA, E. V. de. Visitação desordenada e impactos ambientais em ambiente cavernícola: um estudo sobre o uso público da Gruta da Lancinha – Rio Branco do Sul/PR. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 274–304, 2023. DOI: 10.5216/ag.v17i1.73513. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/73513. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos