Desenvolvimento desigual e transporte rodoviário interestadual de passageiros: uma análise do município de Goiânia/GO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v16i2.73273

Resumo

O transporte rodoviário interestadual de passageiros no Brasil é um serviço público organizado pelo Estado por intermédio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e operado por agentes privados que engendram um conjunto amplo de deslocamentos de pessoas e mercadorias por todo o território nacional. Trata-se de um serviço com alta capilaridade, pois conecta centros urbanos de portes distintos e utiliza a rede rodoviária para a realização dos fluxos. O transporte interestadual reflete o desenvolvimento desigual, pois elucida uma diversidade de interações espaciais que se disseminam por todo o território brasileiro. Portanto, este artigo versa sobre o desenvolvimento desigual e o transporte rodoviário interestadual de passageiros a partir da análise das linhas rodoviárias que atendem ao município de Goiânia/GO. Para tanto, fora realizado o levantamento bibliográfico que alicerça as discussões teóricas ensejadas nos três tópicos que estruturam o texto. Foram utilizados dados populacionais de órgãos públicos e informações acerca das linhas obtidas no sítio eletrônico da ANTT para subsidiar o debate.

Palavras-chave: desenvolvimento desigual; redes geográficas; organização espacial e transporte rodoviário interestadual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-20

Como Citar

CANDIDO DOS SANTOS, B. Desenvolvimento desigual e transporte rodoviário interestadual de passageiros: uma análise do município de Goiânia/GO. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 16, n. 2, p. 47–65, 2022. DOI: 10.5216/ag.v16i2.73273. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/73273. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos