Turismo, negócios e sujeitos em Caldas Novas, Goiás: manifestações, movimentos e perspectivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v14i3.62751

Resumo

Este artigo propõe compreender os serviços hoteleiros ofertados por proprietários de hotéis e imobiliárias, além de apresentar os depoimentos de sujeitos que expõem expectativas e análises diante de um vivido que depende de manifestações e movimentos da atividade turística no território. Nesse contexto se consideraram a abordagem qualitativa de entrevistas e trabalhos de campo como método de pesquisa. Os resultados foram concebidos, principalmente, sob a perspectiva compreensiva, pois não implicam quantificação, mas a interpretação do fenômeno estudado. Assim se obtiveram depoimentos de trabalhadores do cotidiano turístico para mostrar que a dinâmica regida pela atividade turística se difunde no urbano, ao conciliar esse espaço com o turismo; por isso, Caldas Novas, no estado de Goiás, é vista como uma cidade turística.

Palavras-chave: Território; Hotelaria; Trabalhadores; Dinâmica Urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-20

Como Citar

VIEIRA SANTOS, J. C.; FERREIRA SOUSA, A. C.; MARTINS JORGE DA CRUZ, M. V. Turismo, negócios e sujeitos em Caldas Novas, Goiás: manifestações, movimentos e perspectivas. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 14, n. 3, p. 268–282, 2020. DOI: 10.5216/ag.v14i3.62751. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/62751. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos