Produção dos territórios turísticos no Ceará

  • Tiago da Silva Castro Universidade Federal do Ceará
  • Alexandre Queiroz Pereira Universidade Federal do Ceará

Resumo

Transformações socioespaciais marcaram a zona costeira do Ceará nas últimas duas décadas. Verifica-se planejamento voltado à constituição de base econômica pautada nas práticas marítimas modernas, notadamente o turismo e a vilegiatura. Tais atividades possibilitam a inserção de sistemas técnicos objetivando a ampliação dos fluxos turísticos e modernização nas zonas de praia cearenses. Este artigo compreende os desdobramentos das intervenções públicas e privadas no Litoral Oeste do Ceará, como processo multiescalar capaz de modificar as bases políticas, econômicas, sociais e culturais do território. Para tanto, recorreu-se a referencial teórico sobre o planejamento turístico, os vetores de expansão urbana e as práticas marítimas modernas. Ainda, documentos oficiais permitiram a análise das políticas de turismo, enquanto as entrevistas estruturadas, o acervo fotográfico e cartográfico, possibilitaram a compreensão das dinâmicas socioespaciais nos municípios. Constatou-se que o processo de turistificação da Costa do Sol Poente suscitou não somente o aumento dos fluxos e fixos ligados à atividade turística, mas também novas tipologias ligadas à vilegiatura marítima e a complementaridade entre as duas práticas abordadas.

Palavras-chaves: Turismo, Planejamento, Litoral Oeste do Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago da Silva Castro, Universidade Federal do Ceará

Doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) sob orientação do Prof. Dr. Alexandre Queiroz Pereira. Possui Mestrado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente é membro do Laboratório de Planejamento Urbano e Regional (LAPUR - UFC) e pesquisador do Observatório das Metrópoles (Núcleo Fortaleza), ambos coordenados pelo Prof. Dr. Alexandre Queiroz Pereira, pesquisador do grupo de pesquisas Turismo, Território e Cultura (CNPq), liderado pela Profª. Drª Luzia Neide M. T. Coriolano. Bacharel em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Também foi bolsista do Laboratório de Estudos do Território e do Turismo (NETTUR - UECE). Atua principalmente nos seguintes temas: Urbanização Litorânea, Planejamento em Geografia, Turismo Litorâneo, Vilegiatura Marítima, Lazer Urbano e Dinâmica Socioambiental na Zona Costeira. ambiental na Zona Costeira.

Alexandre Queiroz Pereira, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Geografia pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente, exerce a função de professor Adjunto no Departamento de Geografia da UFC. É pesquisador do Observatório das Metrópoles - Núcleo Fortaleza e coordenador do Laboratório de Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Ceará. É editor da Revista Mercator. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana. São temas correntes em seus escritos: metrópole, região metropolitana, planejamento em geografia, espaço litorâneo, turismo, vilegiatura marítima e cidades no semiárido. 

Publicado
20-08-2019
Como Citar
Castro, T. da S., & Pereira, A. Q. (2019). Produção dos territórios turísticos no Ceará. Ateliê Geográfico, 13(2), 51-72. https://doi.org/10.5216/ag.v13i2.58288
Seção
Artigos