Dispersão metropolitana e novas formas urbano-regionais: uma proposta para o reconhecimento e a delimitação da cidade-região de Belém

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v12i1.43695

Resumo

Resumo

Belém compõe um dos principais e mais complexos espaços urbanos brasileiros. Caracterizado como metropolitano, sua simples delimitação já é um grande desafio, pois seu espraiamento resultou num significativo processo de dispersão das características metropolitanas. É nesse contexto que se insere a questão central desse trabalho: qual a abrangência territorial do fenômeno metropolitano constituído por Belém e a forma assumida por ele? Os procedimentos metodológicos utilizados envolvem aprofundamento teórico com relação aos principais conceitos envolvidos na problemática, levantamentos documentais, trabalhos exploratórios de campo e o uso dos dados de deslocamento temporário de pessoas por motivo de trabalho e por motivo de estudo como indicadores das interações espaciais. Os resultados obtidos apontam que Belém estruturou um espaço metropolitano mais conciso, envolvendo outros municípios, e também um outro espaço mais amplo, no entorno, com interações fortes com o núcleo metropolitano e que inclui não apenas centros locais, mas também outros centros de expressão regional, constituindo, desse modo, uma cidade-região.

Palavras-chave: Dispersão metropolitana; Interações espaciais; Cidade-região; Belém

 

Abstract

Bethlehem makes up one of the main and most complex Brazilian urban spaces. Characterized as metropolitan, its simple definition is already a major challenge, because its spreading resulted in a significant process of dispersion of the metropolitan characteristics. It is in this context that the central issue of this work is inserted: what is the territorial scope of the metropolitan phenomenon constituted by Bethlehem and the form assumed by him? The methodological procedures used affect theoretical studies regarding the main concepts involved in the problem: documentary surveys, exploratory work in the field and the use of temporary displacement data of people either for work purposes or for reasons of studying as spatial interactions indicators. The results suggest that Bethlehem structured a more concise metropolitan area, involving other municipalities, and another broader space also, the environment, with strong interactions with the metropolitan core, which includes not only local centers, but also other regional expression centers, constituting thereby a city-region.

Keywords: Metropolitan dispersion; Spatial interactions; City-region; Bethlehem

 

Resumen

La ciudad de Belém constituye uno de los principales y más complejos espacios urbanos brasileños. Caracterizado como metropolitano, su simple delimitación ya constituye un grande reto, pues su difusión dio como resultado una dispersión significativa de las características metropolitanas. Es en este contexto que se inserta la cuestión central de este trabajo: ¿cuál es la amplitud territorial del fenómeno metropolitano constituido por la ciudad de Belém y la forma? Los procedimientos metodológicos utilizados envuelven una profundización teórica con relación a los principales conceptos involucrados en la problemática, tales como encuestas documentales, trabajos expiatorios de campo y el uso de datos acerca del traslado temporal de personas por motivo de trabajo o por motivo de estudio como como indicadores de las interacciones espaciales. Los resultados obtenidos indican que Belém estructuró un espacio metropolitano más conciso involucrando otros municipios, y también otro espacio más amplio, en el entorno, con interacciones fuertes tales como el núcleo metropolitano que incluye no sólo centros locales, sino también otros centros de expresión regional, constituyendo de este modo una ciudad-región.

Palabras Clave: Dispersión metropolitana; Interacciones espaciales; Ciudad-región; Belém.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-08-03

Como Citar

DE OLIVEIRA RIBEIRO, W. Dispersão metropolitana e novas formas urbano-regionais: uma proposta para o reconhecimento e a delimitação da cidade-região de Belém. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 132–154, 2018. DOI: 10.5216/ag.v12i1.43695. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/43695. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos