Avaliação da área de disposição final de resíduos sólidos no município de Goiânia – GO

Autores

  • Ana Karolyna Nunes Amaral Universidade Federal de Goiás/ Instituto de Estudos Socioambientais.
  • Frederick Douglas Rodrigues Costa Universidade Federal de Goiás
  • Noely Vicente Ribeiro Universidade Federal de Goiás/ Instituto de Estudos Socioambientais.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v11i2.39713

Resumo

Resumo

A correta disposição final de resíduos sólidos urbanos tem sido uns dos principais desafios encontrados pelos governantes do território brasileiro nas últimas décadas. Devido as pressões por parte do governo federal, os lixões estão em processo de extinção e estes vêm sendo substituídos por aterros sanitários, que é a forma ambientalmente mais adequada de dispor os resíduos. Porém, o funcionamento e a operacionalidade dos aterros sanitários deixam a desejar em alguns aspectos se observadas as exigências legais. O presente trabalho teve por objetivo, avaliar a adequabilidade da disposição dos resíduos sólidos na cidade de Goiânia – GO. O método utilizado para realizar, avaliação foi o Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos (IQR). O resultado final da classificação do aterro foi de 6,00 encontrando-se em condições inadequadas de atuação.

Palavras-Chave: Aterro Sanitário. Lixo. Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos. Impacto Ambiental.

 

Abstract

The correct final disposition of urban solid waste has been one of the main challenges that were found by the government of the Brazilian territory in the last decades. Due to the pressure by the federal government, the garbage dumps are in the process of extinction and they have substituted by sanitary embankments, which are a better way to waste disposition. However, the working and operation of the sanitary embankments have a lack of fulfillment of the legal requirements. This work has the objective of evaluate the better way of sanitary waste disposition on the Goiania-GO city, using like an instrument of evaluation the Index of Quality of Waste Landfill (IQR). The result of the embankment classification was 6,00, which was found inadequate.

Keywords: Sanitary Embankment, Trash, Index of Quality of Waste Landfill, Environmental Impact.

 

Resumen

La correcta disposición final de residuos urbanos ha sido uno de los principales desafíos encontrados por los gobernantes del territorio brasileño en las últimas décadas. Debido a las presiones por parte del gobierno federal, los basureros están en proceso de extinción y estos han sido sustituidos por terraplenes sanitarios, lo cual es una forma ambientalmente más adecuada de disposición de residuos. Sin embargo, el funcionamiento y operación de los terraplenes sanitarios no siempre cumplen, en algunos aspectos, las exigencias legales. El presente trabajo tiene por objetivo evaluar la forma más adecuada de la disposición de residuos sanitarios en la ciudad de Goiânia-GO, utilizando como instrumento de evaluación el Índice de Calidad de Terraplén de Residuos (IQR). El resultado final de la clasificación del terraplén fue de 6,00 el cual se encuentra en condiciones inadecuadas de operación.

Palabras clave: Terraplén Sanitário, Basura, Índice de Calidad de Terraplén de Residuos, Impacto Ambiental.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Karolyna Nunes Amaral, Universidade Federal de Goiás/ Instituto de Estudos Socioambientais.

Graduanda de Ciências Ambientas, cursando o 6º período. Estagiaria do Laboratório de Geomorfologia, Pedologia e Geografia Física da Univesidade Federal de Goiás.

Frederick Douglas Rodrigues Costa, Universidade Federal de Goiás

Graduando de Ciências Biológicas, cursando o 3º período.

Noely Vicente Ribeiro, Universidade Federal de Goiás/ Instituto de Estudos Socioambientais.

Professora titular do Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás. Possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, Especialização em Geoprocessamento pela Universidade de Brasília – UNB e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás – UFG.

Downloads

Publicado

2017-11-03

Como Citar

AMARAL, A. K. N.; COSTA, F. D. R.; RIBEIRO, N. V. Avaliação da área de disposição final de resíduos sólidos no município de Goiânia – GO. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 11, n. 2, p. 205–222, 2017. DOI: 10.5216/ag.v11i2.39713. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/39713. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos