Monitoramento ambiental das Dunas Costeiras no litoral Sul de Sergipe a partir de geoindicadores de vulnerabilidade biofísica - DOI 10.5216/ag.v2i1.3892

Autores

  • Rosemeri Melo e Souza UFS
  • Jailton de Jesus Costa UFS
  • Anízia C. A. Oliveira UFS

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v2i1.3892

Resumo

Este artigo apresenta geoindicadores de vulnerabilidade biofísica desenvolvidos a partir de monitoramento ambiental dos sistemas dunares do Litoral Sul de Sergipe, Brasil. A elaboração de listas de controle de campo (field checklists) a fim de avaliar as condições que produzem uma aceleração do ritmo da degradação dunar costeira em Sergipe define-se como instrumento metodológico principal. Os geoindicadores apresentam mudanças biofísicas rápidas nas dunas costeiras e contribuem para uma efetiva avaliação de impactos das condições naturais e da sensibilidade resultantes das derivações antropogênicas nos ambientes dunares. Conclui-se que os geoindicadores de vulnerabilidade biofísica podem melhorar o monitoramento ambiental mediante uma metodologia de avaliação contínua e com custos reduzidos para adoção de estratégias de conservação dos espaços territoriais protegidos da zona costeira, principalmente em países em desenvolvimento como o Brasil. Palavras-Chave: geoindicadores, vulnerabilidade biofísica, dunas, geoecologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-05-10

Como Citar

SOUZA, R. M. e; COSTA, J. de J.; OLIVEIRA, A. C. A. Monitoramento ambiental das Dunas Costeiras no litoral Sul de Sergipe a partir de geoindicadores de vulnerabilidade biofísica - DOI 10.5216/ag.v2i1.3892. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 2, n. 1, p. 119–138, 2008. DOI: 10.5216/ag.v2i1.3892. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/3892. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos