Globalização e tecnologia: olhares do Pantanal para o mundo - DOI 10.5216/ag.v8i2.25698

Autores

  • Mara Aline Ribeiro Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS.
  • Edvaldo César Moretti Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v8i2.25698

Resumo

Resumo

O Pantanal começou a ser ocupado e produzido pelo mundo moderno ocidental há aproximadamente duzentos anos, período em que assume as características sociais, culturais e econômicas valorizadas na atualidade como atrativo turístico.  A partir da década de 1970 o processo conhecido como globalização, começa a ser gestado no Pantanal, com a inserção de tecnologias e práticas sociais promotoras de transformações em terras pantaneiras. Esse artigo tem por objetivo discutir, à luz da Geografia os efeitos da globalização, da ciência e da tecnologia na porção sul do Pantanal e os reflexos na comunidade pantaneira. O referencial teórico da Geografia revela as transformações econômicas e sociais no Pantanal ao ser inserido na totalidade mundo. Dentre as mudanças, pode-se destacar a introdução da tecnologia na vida profissional, como veículo ambíguo, onde a informação e a alienação, a serviço do capital, permeiam o universo das gentes pantaneiras.

Palavras-chave: Pantanal, globalização, tecnologia, gente pantaneira.

 

Abstract

The Pantanal began to be occupied and produced by the modern western world approximately two hundred years ago, the period during which it began to assume social, cultural and economic characteristics currently valorized as tourist attractions. From the 1970s, the process known as globalization began to be implanted in the Pantanal region with the insertion of technologies and social practices that promoted transformations in these lands. This article purports to discuss - from the standpoint of Geography - the effects of globalization and the meanderings of modernity, of development, of science and technology in the southern portion of the Pantanal. The theoretical reference in Geography reveals the economic and social transformations in the Pantanl with its insertion in the world totality. Among these changes, we may stress the insertion of technology in professional life, as an ambiguous vehicle, where information and alienation, at the service of capital permeate the universe of the Pantanal people.

Key words: Pantanal, globalization, technology, the Pantanal people.

 

Resúmen

El Pantanal comenzó a ser ocupado y producido por el mundo occidental moderno acerca de 200 años, período el cual asume las características sociales, culturales y económicas valorado hoy en dia como una atracción turística. Desde la década de 1970 el proceso conocido como globalización, comienza a ser concebido en el Pantanal, con la introducción de las tecnologías y prácticas sociales. Este artículo tiene por objeto analizar, a la luz de la geografía, los efectos de la globalización y las intrincaciones de la modernidad, el desarrollo, la ciencia y la tecnología en el Pantanal del sur. El referencial teórico de la Geografía revelan las transformaciones económicas y sociales en el Pantanal al se insertar en la totalidad mundo. Entre los cambios, se puede resaltar la inserción de la tecnología en la vida profesional, como un medio ambiguo, donde la información y el alienación, al servicio del capital, impregnan el universo de las personas de Pantanal.

Palabras clave: Pantanal, globalización, tecnología, personas del Pantanal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Aline Ribeiro, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS.

Geógrafa, doutoranda do Instituto de Geografia da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Docente do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS

 

Edvaldo César Moretti, Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD

Geógrafo, docente na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD

 

Downloads

Publicado

2014-05-06

Como Citar

RIBEIRO, M. A.; MORETTI, E. C. Globalização e tecnologia: olhares do Pantanal para o mundo - DOI 10.5216/ag.v8i2.25698. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 8, n. 2, p. 92–107, 2014. DOI: 10.5216/ag.v8i2.25698. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/25698. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos