Interações espaciais promovidas pelos centros espíritas mais propalados em Goiás - DOI 10.5216/ag.v6i1.18770

Autores

  • Tito Oliveira Coelho UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v6i1.18770

Resumo

Neste trabalho discorremos sobre a interação espacial dos centros espíritas de Abadiânia, Deuslândia, Goiatuba, Palmelo e Terezópolis com outros centros de cidades do território nacional e internacional. Analisamos as interações espaciais segundo a teoria dos fixos e fluxos, do movimento de ‘pessoas’ e ‘coisas’ que se relacionam mediante a busca de recursos para a cura física e extrafísica nos centros espíritas mais difundidos do Estado de Goiás. Com esta pesquisa não pretendemos mostrar os dogmas e as práticas da religião espírita, mas discutir o deslocamento e a circulação de pessoas, bem como o curso de medicamentos, o intercâmbio de ideias e fluídos no espaço geográfico humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-05-31

Como Citar

COELHO, T. O. Interações espaciais promovidas pelos centros espíritas mais propalados em Goiás - DOI 10.5216/ag.v6i1.18770. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 246–269, 2012. DOI: 10.5216/ag.v6i1.18770. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/18770. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos