Pensamentos espaciais grafados pelo cinema: sobre território, paisagem e política nas geografias de Árido Movie - DOI 10.5216/ag.v6i4.17963

Autores

  • Mariana Costa da Silva
  • Antonio Carlos Queiroz Filho Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v6i4.17963

Resumo

Este artigo tem como cerne reflexões sobre as geografias que ganham existência a partir de um filme, ou seja, como um pensamento espacial e de mundo é “escrito” pela linguagem cinematográfica. Selecionamos o filme Árido Movie (2006), do diretor Lírio Ferreira. Pesquisamos a questão do olho e do olhar – educação visual – como forma de produção de significação para os lugares, territórios e paisagens. Buscamos entender a política espacial que há nas imagens contemporâneas, política essa, feita de ficções e de narrativas, as quais dão visibilidade, pela linguagem, a determinadas práticas e formas de pensar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Costa da Silva

Universidade Federal do Espírito Santo

Antonio Carlos Queiroz Filho, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (dez/2002), Mestrado em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (mar/2005), sobre a temática Ambiental-Urbana. Doutorado em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (fev/2009). Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES, Coordenador Adjunto do Mestrado Acadêmico em Geografia - UFES. É também Líder do Grupo de Pesquisa POESI - Política Espacial das Imagens (UFES/CNPq) e Pesquisador do Grupo de Pesquisa Laboratório de Estudos Audiovisuais - OLHO (FE-UNICAMP/CNPq). Atua/Pesquisa na interface temática que envolve as áreas da Geografia Humana Contemporânea, Cidade e Imagem, Geografia e Arte, Cultura Visual e Política das Imagens (Cinema, Fotografia e Televisão) na produção de conhecimento sobre Espaço, Paisagem, Território e Lugar.

Downloads

Publicado

2012-12-31

Como Citar

SILVA, M. C. da; QUEIROZ FILHO, A. C. Pensamentos espaciais grafados pelo cinema: sobre território, paisagem e política nas geografias de Árido Movie - DOI 10.5216/ag.v6i4.17963. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 6, n. 4, p. 197–215, 2012. DOI: 10.5216/ag.v6i4.17963. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/17963. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos