Lugares, mesas e falas: comida alemã e italiana em restaurantes de Porto Alegre/RS - DOI 10.5216/ag.v7i1.13772

Autores

  • Carmen Janete Rekowsky Unesp/Presidente Prudente.
  • Adriana Dorfman UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v7i1.16590

Resumo

Resumo

O trabalho aborda algumas questões relativas ao fenômeno migratório e às manifestações a respeito da comida italiana e alemã entre descendentes de alemães e italianos em Porto Alegre/RS. Foram entrevistados chefs, proprietários e garçons de cinco estabelecimentos, três italianos e dois alemães. A comida consumida em casa, entre os descendentes, passa por transformações importantes ao ser comercializada nos restaurantes. Os pratos-totem, que se convertem em “marcadores” da especificidade e da diferença entre os descendentes, nem sempre estão presentes nos restaurantes, por diferentes motivos. As duas cozinhas, alemã e italiana, apresentam especificidades que transcendem a esfera local. A disseminação mundial dos restaurantes étnicos é um fenômeno que se intensificou com o encurtamento das distâncias experimentado nas últimas décadas. A articulação das escalas global e local pode ser reconhecida na comida, que representa diferentes geografias, tanto reais quanto simbólicas.

Palavras-chave: migração, alimentação étnica, alemães e italianos, Porto Alegre/RS.

 

Abstract

The paper addresses some issues concerning the migration phenomenon and the manifestations on the Italian and German food among descendants of German and Italian in Porto Alegre/RS. We interviewed chefs, waiters and owners of five businesses, three Italians and two Germans. The food consumed at home, among the descendants, undergoes major changes to be sold in restaurants. The totem-plates, which become "markers" of specificity and difference between the offspring are not always present in the restaurants for different reasons. The two kitchens, German and Italian, have characteristics that transcend the local level. The worldwide spread of ethnic restaurants is a phenomenon that has intensified with the shortening of distances experienced in recent decades. The articulation of global and local scales can be recognized in the food, which represents different geographies, both real and symbolic.

Key-words: migration, ethnic food, German and Italian, Porto Alegre/RS.

 

Resumen

El artículo aborda algunas cuestiones relacionadas con el fenómeno de la migración y las manifestaciones respecto la comida italiana y alemana entre descendientes de alemanes e italianos en Porto Alegre/RS. Entrevistamos a cocineros, camareros y propietarios de cinco estabelecimientos, tres italianos y dos alemanes. La comida que se consume en el hogar, entre los descendientes, sufre cambios importantes cuando es comercializada en restaurantes. Los platos-tótem, que se convierten en "marcadores" de la especificidad y la diferencia entre los descendientes no siempre están presentes en los restaurantes, por diferentes razones. Las dos cocinas, alemán e italiana, tienen características que trascienden el ámbito local. La propagación mundial de restaurantes étnicos es un fenómeno que se ha intensificado con el acortamiento de las distancias en los últimos decenios. La articulación de las escalas globales y locales puede ser reconocida en la comida, que representa diferentes geografías, tanto reales como simbólicas.

Palabras-claves: migración, alimentación étnica, alemanes e italianos, Porto Alegre/RS

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carmen Janete Rekowsky, Unesp/Presidente Prudente.

Licenciada em Geografia pela UFRGS. Mestranda em Geografia pela UNESP - Campus Presidente Prudente.

Adriana Dorfman, UFRGS

Doutora em Geografia, Professora Adjunta do Departamento de Geografia - UFRGS.

Downloads

Publicado

2013-04-22

Como Citar

REKOWSKY, C. J.; DORFMAN, A. Lugares, mesas e falas: comida alemã e italiana em restaurantes de Porto Alegre/RS - DOI 10.5216/ag.v7i1.13772. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 122–142, 2013. DOI: 10.5216/ag.v7i1.16590. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/16590. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos