Análise socioambiental da sub-bacia 02 do Arroio Olarias do município de Ponta Grossa – PR, com o uso das geotecnologias - DOI 10.5216/ag.v6i2.15581

Autores

  • Sérgio Ricardo Rogalski Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Everaldo Skalinski Ferreira Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v6i2.15581

Resumo

A disponibilidade de informações atualizadas e de fácil tratamento é condição primeira à gestão ambiental, o que pode ser conseguido com o uso das geotecnologias. Assim, neste artigo trata-se do uso da Geotecnologia na análise e diagnóstico da emissão dos efluentes domésticos na sub-bacia 02 da bacia hidrográfica do arroio Olarias no município de Ponta Grossa - PR. Ponta Grossa possui um relevo bastante peculiar, onde o centro da cidade situa-se sobre um espigão topográfico de onde partem diversas drenagens em direção aos bairros. Sendo o relevo bastante acidentado com ocupações irregulares em encostas íngremes e fundos de vale, agrava a deficiência no saneamento básico. Para tanto, o processo do diagnóstico das ligações irregulares de esgoto em galerias de águas pluviais e no arroio acontece através do Programa de Despoluição Ambiental da Agência Reguladora de Águas e Saneamento Básico do município. A aplicabilidade de geotecnologias na gestão pública torna-se cada vez mais imprescindível para tomada de decisão, planejamento e gestão dos instrumentos urbanos e ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-08-28

Como Citar

ROGALSKI, S. R.; FERREIRA, E. S. Análise socioambiental da sub-bacia 02 do Arroio Olarias do município de Ponta Grossa – PR, com o uso das geotecnologias - DOI 10.5216/ag.v6i2.15581. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 6, n. 2, p. 75–94, 2012. DOI: 10.5216/ag.v6i2.15581. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/15581. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos