Recuperação florestal em uma área degradada pela exploração de areia no Distrito Federal- DOI 10.5216/ag.v5i1.13831

Autores

  • Fábio Venturoli UFG
  • Sílvio Venturoli

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v5i1.13831

Resumo

Esta pesquisa tem como finalidade contribuir com a recuperação de áreas degradadas no bioma cerrado. A área estudada localiza-se no Distrito Federal e compreende um empreendimento de exploração de areia quartzítica sob cerrado sentido restrito, com desmatamento licenciado pelo IBRAM/DF. Foram investigadas a regeneração natural após a exploração da areia, em função do retorno da camada superficial do solo original (topsoil) à área, e a influência de um polímero hidroabsorvente na sobrevivência de mudas nativas do bioma cerrado plantadas com o objetivo de facilitar a restauração florestal. Os resultados indicaram uma mortalidade na comunidade plantada de 11% em sete meses, valor considerado baixo e que pode ser relacionado à eficiência do polímero hidroretentor. A regeneração natural, ausente na ocasião do plantio, foi intensa na segunda avaliação, quando registrou-se o predomínio de Mimosa claussenii Benth. representando entre 26 e 50% de cobertura do solo. Os resultados sugerem a eficácia de retornar à área degradada a camada superficial do solo original, pois transporta material propagativo das plantas, o que facilita a restauração florestal; e a eficiência uso do polímero como condicionador de solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-06

Como Citar

VENTUROLI, F.; VENTUROLI, S. Recuperação florestal em uma área degradada pela exploração de areia no Distrito Federal- DOI 10.5216/ag.v5i1.13831. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 5, n. 1, p. 183–195, 2011. DOI: 10.5216/ag.v5i1.13831. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/13831. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos