A compartimentação do relevo como ferramenta para o planejamento ambiental urbano: uma análise da Bacia Hidrográfica do Córrego Pedreira, município de Goiânia (GO) - DOI 10.5216/ag.v5i1.13829

Autores

  • Silvio Braz de Sousa UFG
  • Ivanilton José de Oliveira UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v5i1.13829

Resumo

O crescimento urbano acelerado e a ocupação de áreas inadequadas são geradores de grande pressão no meio físico, resultando quase sempre em impactos ambientais. Nesse contexto, o presente trabalho aborda os elementos da paisagem por meio de produtos cartográficos, criando um modelo de compartimentação de relevo baseado no método proposto por Tricart & Kilian (1978) e adaptado por Castro e Salomão (2000), denominado pelos autores de compartimentação morfopedológica. A observação de disparidades de uso e ocupação entre o modelo e a realidade foi utilizada para avaliar o método quanto à sua aplicação no fomento e criações de prognóstico de possíveis impactos ambientais. Para tanto, foram realizados ensaios para uma bacia hidrográfica em meio urbano – do Córrego Pedreira, em Goiânia-GO –, onde foram observados diversos impactos ambientais, concentrados principalmente na área diagnosticada pelo modelo como de alta suscetibilidade a esse tipo de ocorrência. A compartimentação básica desenvolvida neste trabalho pode ser integrada ao planejamento ambiental urbano, sendo utilizada para direcionar e disciplinar a ocupação da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-06

Como Citar

DE SOUSA, S. B.; DE OLIVEIRA, I. J. A compartimentação do relevo como ferramenta para o planejamento ambiental urbano: uma análise da Bacia Hidrográfica do Córrego Pedreira, município de Goiânia (GO) - DOI 10.5216/ag.v5i1.13829. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 5, n. 1, p. 135–161, 2011. DOI: 10.5216/ag.v5i1.13829. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/13829. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos