POR UMA ESTÉTICA DA RECEPÇÃO CRIATIVA E DA COMUNICAÇÃO PERFORMATIVA NO TEATRO: IMAGEM, IMAGINAÇÃO e IMAGINÁRIO

Autores

  • Nadiana Assis de Carvalho UDESC - Universidade do estado de Santa Catarina.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ac.v1i1.30135

Palavras-chave:

estética da recepção, imaginação, prazer, teatro.

Resumo

O estudo pretende refletir sobre a recepção e a comunicação no teatro propondo, sobretudo, uma recepção criativa e uma comunicação ativa, cuja atuação do imaginário por meio do jogo performativo parece ser, respectivamente, uma suposição favorável. É certo que o sujeito receptor está em busca constante pela experiência, pela afetação, pelo prazer; mas possivelmente se trata de um encontro consigo mesmo, na procura de uma ação que mobilize sua própria criatividade, confrontando suas próprias idéias, emancipando ou transformando suas ideologias e exteriorizando suas sensibilizações e emoções. Neste caso, a arte seria um instrumento, o teatro um espaço para este encontro e o artista um provocador de uma ação que só sucede no consentimento do imaginário receptivo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nadiana Assis de Carvalho, UDESC - Universidade do estado de Santa Catarina.

NADIANA ASSIS DE CARVALHO é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina, do departamento de Artes, na linha de pesquisa Teatro, Sociedade e Criação Cênica.


Referências

BARTHES, Roland. O prazer do texto. Tradução de J. Guinsburg. Editora Perspectiva, São Paulo, 1996.

FERRACINI, Renato. Ensaios de atuação. Editora Perspectiva, São Paulo, 2013.

GUÉNOUN, Denis. O teatro é necessário? Editora Perspectiva, São Paulo, 2004.

GUINSBURG, Jacó. Diálogos sobre teatro. Org.: Armado Sergio da Silva. Edusp, 2002.

HONZL, Jindrich. A mobilidade do signo Teatral. Texto extraído da obra O signo teatral, a semiologia aplicada à arte dramática.

LIMA, Luiz Costa. A Literatura e o leitor: textos de estética da recepção. Editora Paz e Terra, São Paulo, 2002.

MAFFESOLI, Michel. O imaginário é uma realidade. Entrevista concedida à Revista FAMECOS, Porto Alegre, nº 15, agosto 2001

MERLEAU- PONTY. O visível e o invisível. Editora Perspectiva, São Paulo, 2005.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental org. Ed.34, 2005.

SARTRE, JEAN-PAUL. A imaginação. Tradução de Paulo neves, Porto Alegre. Editora L&m Pocket, 2008.

Downloads

Publicado

2014-09-05

Como Citar

CARVALHO, N. A. de. POR UMA ESTÉTICA DA RECEPÇÃO CRIATIVA E DA COMUNICAÇÃO PERFORMATIVA NO TEATRO: IMAGEM, IMAGINAÇÃO e IMAGINÁRIO. Arte da Cena (Art on Stage), Goiânia, v. 1, n. 1, p. 70–78, 2014. DOI: 10.5216/ac.v1i1.30135. Disponível em: https://revistas.ufg.br/artce/article/view/30135. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Temas Variados