Quando as crianças encontram o cinema: narrativas que ensinam modos de ser e estar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/v.v21.72335

Palavras-chave:

Infâncias, Cinema, Aprendizagem

Resumo

O presente artigo busca examinar a potência pedagógica das narrativas audiovisuais produzidas pelo cinema com grande circulação junto ao público infantil, em contextos formais e não formais de ensino. Enquanto dispositivos pedagógicos, os filmes podem favorecer o protagonismo infantil ao mobilizar conhecimentos produzidos no entorno de artefatos culturais cotidianos. Assim, recorre-se às imagens estampadas nos materiais escolares como ponto inicial para problematizações, junto às crianças, acerca do que visualizam e consomem, refletindo sobre seus modos de ser e estar, entrecruzando, questionando e subvertendo discursos que tendem a naturalizar os olhares dos infantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica Maria Freisleben, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, jessicafreisleben@hotmail.com

 

 

Lutiere Dalla Valle, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, lutiere@dallavalle.net.br

Doutorado em Artes Visuais e Educação (Doctorat Arts Visuals i Educació - Universitat de Barcelona/ES, 2012); Mestrado em Artes Visuais e Educação (Màster Universitari en Arts Visuals i Educació: Un Enfocament Construccionista - Universitat de Barcelona/ Girona/Granada - Espanha/ 2009) - ambos com orientação do Prof. Dr. Fernando Hernández - Catedrático da Universitat de Barcelona (Setor Pedagogias Culturais); Mestrado em Educação (Linha Educação e Arte) pela Universidade Federal de Santa Maria (CE/PPGE/UFSM/2008); Especialização em Arte e Visualidade pela Universidade Federal de Santa Maria (2005) - com enfoque na Perspectiva dos Projetos de Trabalho (HERNÁNDEZ); Licenciatura Plena em Desenho e Plástica (Universidade Federal de Santa Maria/2003); Bacharelado em Desenho e Plástica (Universidade Federal de Santa Maria/2002). Professor Associado do Departamento de Metodologia de Ensino do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação - LP4 Educação e Artes-PPGE/UFSM. Artes Visuais, Atua nas Disciplinas de Artes Visuais e Educação nos Cursos de Educação Especial, e Estágio Supervisionado no Curso de Licenciatura em Educação Especial). Atuou no Departamento de Artes Visuais/CAL/UFSM de 2012 a 2019; nos cursos de Pós-Graduação em Artes Visuais e Graduação em Artes Visuais e no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais/PPART/Mestrado - Linha de Pesquisa, na Linha Arte e Transversalidade (PPGART). Atuou como Chefe do Departamento de Artes Visuais (2016) DAV/CAL/UFSM; Coordenador do Curso de Artes Visuais - Bacharelado e Licenciatura Plena (2013-2015). Investiga as relações entre Artes Visuais, Cultura Visual e Educação; Pedagogias Culturais para a Formação de Professores; Estratégias Didáticas e Práticas Educativas. Tem experiência na área de Artes Visuais, Entornos Educativos, Práticas Educativas, Formação de Professores, Metodologias de Ensino e Pesquisa, Metodologias Visuais e Produção Artística. Atuou como docente de artes visuais em escolas públicas e regiões privadas em Santa Maria-RS no Ensino Fundamental, Médio, Tecnológico e Educação de Jovens e Adultos (2002 a 2012). Foi coordenador do Laboratório Artes Visuais e I/Mediações (LAVI/M/PPGART/UFSM, 2015-2019). Membro Pesquisador do Grupo de Pesquisa Cultura Visual e Educação, da Universidade Federal de Goiás (UFG); Membro do Grupo de Pesquisa REdArtH Rede Internacional de Pesquisa em Educação, Arte e Humanidades, da Universidade Federal de Goiás. Líder/Coordenador do MIRARTE: Grupo de Pesquisa em Arte, Cultura Visual e Educação (CNPq). Foi coordenador do Projeto "Referências Cruzadas: Exposições Itinerantes e Intercâmbio cultural na América Latina" (Argentina, Brasil, México, Uruguai e Paraguai) 2016-2019. Autor de capítulos de livros da Coleção Cultura Visual e Educação (publicados pela Editora da UFSM, organizados por Raimundo Martins e Irene Tourinho, UFG). Realizou exposições individuais e coletivas de desenho, nacionais e internacionais, entre elas: "Anatomias Híbridas: Inventando Eus" e "Narrativas del Yo: fluxos e (de)com clássicas" em que as figuras explorações antropomórficas, híbridas e com referência às imagens e estruturas da Arte. Pesquisa a abordagem edu(vo)cativa e (per)formativa das imagens para compreensão crítica, a partir da Perspectiva Educativa da Cultura Visual e das Pedagogias Culturais com ênfase na Formação de Professores. Coordenador da Área Artes Visuais PIBID-UFSM/2018-2019 e 2020-2022. Organizador do e-book "Artes Visuais e suas I/Mediações: Conexões Interdisciplinares" (Ed. PPGART, 2018).

Referências

BARBOSA, Maria Carmem Silveira. A ética na pesquisa com crianças: primeiras aproximações. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v.9, n.1, p. 235-245, jan./jun 2014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/6389. Acesso em: 13 set. 2023.

CHARRÉU, Leonardo. Arte, infância e pedagogia cultural. Da investigação às práticas, Lisboa, v. 9, n 1, p. 47-55, 2019. Disponível em: https://ojs.eselx.ipl.pt/index.php/invep/article/view/167. Acesso em: 13 set. 2023.

CORSARO, William Arnold. A. Reprodução interpretativa e cultura de pares. In: MÜLLER, F.; CARVALHO, A. M. A. Teoria e prática na pesquisa com crianças: diálogos com William Corsaro. São Paulo: Cortez, 2009.

CORSARO, William Arnold. A reprodução interpretativa e o brincar de “faz de conta” das crianças. Educação, Sociedade e Culturas, Porto-Portugal, n. 17, p. 113-134, 2002. Disponível em: https://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC17/17-5.pdf. Acesso em: 10 jan. 2018.

COSTA, Marisa Vorraber. Quem são, que querem, que fazem com eles? Eis que chegam às nossas escolas as crianças e jovens do século XXI. In: MOREIRA, Antônio Flávio et al. (orgs.). Currículo, cotidiano e tecnologias. Araraquara: Junqueira & Martin, 2006, p. 93-109.

CUNHA, Susana Rangel Vieira da. Cultura Visual e Infância. In: Reunião da Anped, 31, 2008, Caxambu: 31ª Reunião Anual da ANPED – Caxambu, 2008. p. 102-132. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/187300/000672105.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 13 set. 2023.

CUNHA, Susana Rangel Vieira da. Questionamentos de uma professora de arte sobre o ensino de arte na contemporaneidade. In: MARTINS, Raimundo. TOURINHO, Irene (Orgs.) Cultura das imagens: desafios para a arte e para a educação. Santa Maria: Editora da UFSM, 2012, p. 99-124.

ELLSWORTH, Elizabeth. Modos de endereçamento: uma coisa de cinema; uma coisa de educação também. In: SILVA, Tadeu Tomás da (Ed.). Nunca fomos humanos – nos rastros do sujeito. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

ELLSWORTH, Elizabeth. Places of learning: media, architecture and pedagogy. New York: Routledge, 2005.

FREISLEBEN, Jéssica Maria. Bricolagens com infâncias e pedagogias culturais em um processo edu(vo)cativo em artes visuais. 2018. 138f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15942/DIS_PPGEDUCACAO_2018_FREISLEBEN_JESSICA.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 13 set. 2023.

GIROUX, Henrry A. Cine y entretenimiento: elementos para una crítica política del filme. Barcelona: Paidós, 2003.

HERNÁNDEZ, Fernando. Catadores da Cultura Visual: uma proposta para uma nova narrativa educacional. Trad. de Ana Duarte. Editora Mediação, Porto Alegre: 2007.

HERNÁNDEZ, Fernando. Da alfabetização visual ao alfabetismo da cultura visual. In: MARTINS, R y TOURINHO, I. (Eds.) Educação da cultura visual: narrativas de ensino e pesquisa. Santa Maria: Editora da UFSM, 2009, p. 189-212.

HERNÁNDEZ, Fernando. Pesquisar com imagens, pesquisar sobre imagens: revelar aquilo que permanece invisível nas pedagogias da cultura visual. In: MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene (org.). Processos e práticas de pesquisa em cultura visual e educação. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2013, p. 77-96.

KELLNER, Douglas. Lendo imagens criticamente: em direção a uma pedagogia pósmoderna. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos Estudos Culturais em Educação. Petrópolis: Vozes, 1995, p.104-131.

LEAL, Leiva de Figueiredo Viana. Quando a infância ensina – uma leitura interessada de Abril despedaçado. In: TEIXEIRA, Inês Assunção Castro de; LARROSA, Jorge; LOPES, José Souza Miguel de. A infância vai ao cinema. 1. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 2008.

MAIA, Rosenara da Silva Soares. Devir-criança: encontros com a docência, experiência e aprendizagem. 2016. Monografia (Licenciatura em Artes Visuais) – Centro de Artes e Letras, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2016.

MITCHELL, William John Thomas. Showing seeing: a critique of visual culture. Jornal of visual culture, New York-EUA, v. 1, n. 2, p. 165-181, 2002. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/147041290200100202. Acesso em: 13 set. 2023.

MOMO, Mariângela. Mídia e Consumo na produção de uma infância pósmoderna que vai à escola. 2007. 365f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2007. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/12185/000617541.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 13 set. 2023.

NUNES, Aline. B.; MARTINS, Raimundo. Um convite para “educar”/pensar infâncias líquidas. In: MARTINS, Raimundo; MARTINS, Alice Fátima. (Orgs). Cultura Visual e Ensino de Arte: concepções e práticas em diálogo. Pelotas: Editora UFPel, 2014.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

STEINBERG, Shirley; KINCHELOE, Joe. Cultura Infantil: a construção corporativa da infância. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

VALLE, Lutiere Dalla; RAVANELLO, Letícia. A potencialidade edu(vo)cativa do cinema e os desafios à lei 13.006/14 na escola. Revista Digital Do LAV, Santa Maria-RS, v. 10, p. 79–91, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/28788. Acesso em: 13 set. 2023.

VALLE, Lutiere Dalla. Artes visuais e i/mediações com o cinema: possibilidades edu(vo)cativas para a formação docente. Cadernos de pesquisa: pensamento educacional, Curitiba, v. 11, n. 29, p.69-84, 2016. Disponível em: http://www.utp.br/cadernos_de_pesquisa/. Acesso em: 01 mar. 2022.

VALLE, Lutiere Dalla. La potencia edu(vo)cativa de los artefactos visuales. Arte e Investigación, La Plata-Argentina, n. 16, nov. 2019. Disponível em: http://papelcosido.fba.unlp.edu.ar/ojs/index.php/aei/article/view/954. Acesso em: 22 fev. 2022.

VALLE, Lutiere Dalla. Cultura visual e educação: cartografias afetivas e compreensão crítica das imagens. Revista Cadernos da Comunicação, Santa Maria, v. 24, n. 1, p. 1-20, jan/abr, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/ccomunicacao/article/view/55088. Acesso em: 13 set. 2023.

Downloads

Publicado

2023-12-08

Como Citar

FREISLEBEN, J. M.; DALLA VALLE, L. Quando as crianças encontram o cinema: narrativas que ensinam modos de ser e estar. Visualidades, Goiânia, v. 21, 2023. DOI: 10.5216/v.v21.72335. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/72335. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Infâncias Contemporâneas, Arte e Pedagogias Culturais