Tradição que persiste: entre a tapeçaria de Elke Otte Hülse, o cartão de Rivane Neuenschwander e os ensinamentos de Luiz Ernesto Aroztegui

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/v.v19.69135

Palavras-chave:

Tapeçaria, Narrativas, Elke Otte Hülse, Rivane Neuenschwander , Luiz Ernesto Aroztegui, Bauhaus

Resumo

O presente texto aborda a tapeçaria, entendendo esta como uma forma narrativa de arte ancestral, que tem na história grande importância, e no contemporâneo artistas que extrapolam a técnica, problematizando conceitos e questões pertinentes a esta, a exemplo de Elke Otte Hülse, artista catarinense com trânsito internacional, rompendo fronteiras geográficas e fronteiras do desconhecimento desta técnica secular, em uma interlocução com a artista Rivane  Neuenschwander, em que aplica os ensinamentos de Luiz Ernesto Aroztegui. O estudo aborda também o centenário da Bauhaus, escola de vanguarda, onde a tapeçaria teve grande projeção, bem como a relação que a artista estabelece em algumas de suas obras, com a Bauhaus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane R. N. Garcez, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, lucianegarcez@gmail.com

Professora e crítica de arte. Professora na graduação e pós-graduação nas áreas de Cerâmica; Teoria e História da Arte; História da Arte de Santa Catarina; Metodologia do Ensino da História da Arte. Professora na Universidade do estado de Santa Catarina - UDESC. Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC (2006). Mestre em Teoria e História da Arte, pela mesma instituição (PPGAV-CEART, UDESC - 2009), bolsista Capes. Doutora pela Université Aix-Marseille, França, Estudos da Arte, na área de Teoria e História da Arte, com reconhecimento de diploma no Brasil, via UDESC. Possui também validação de Mestrado e Doutorado nos Estados Unidos. Pós-doutorado na linha de Teoria e História da Arte, pelo PPGAV-CEART, UDESC (2019); bolsista CAPES/ PNPD, sob orientação de Sandra Makowiecky. É membro da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA/UNESCO), sendo membro do Comitê de Premiação AICA; membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte Seção Brasil / Aica Unesco (ABCA); membro da Associação Nacional de Pesquisadores de Artes Plásticas (ANPAP). Criadora e gestora da plataforma https://www.viajarnahistoriadaarte.com/, oferecendo e ministrando cursos de História da Arte e Arte Contemporânea privados, com apoio do Museu da Escola Catarinense - MESC. Atuando principalmente nos seguintes temas: artes visuais, história da arte, arte contemporânea, Hubert Duprat, ouro, anacronismo na arte; cerâmica. Produção plástica artística em cerâmica, desenho e pintura.

Sandra Makowiecky, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, sandra.makowiecky@gmail.com

Possui graduação em Lic. Ed. Artística Habilitação Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina, especialização em Arte - Educação pela UDESC; Mestrado em Gestão do Desenvolvimento e Cooperação Internacional pela Universidade Moderna de Lisboa e Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina, Conceito Capes 6. Atualmente é professora Titular da Universidade do Estado de Santa Catarina - graduação, mestrado e doutorado em Artes Visuais do Centro de Artes, conceito capes 4. Membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte Seção Brasil Aica Unesco - ABCA. Membro da Associação Internacional de Críticos de Arte- AICA. Membro do Comitê Brasileiro de História da Arte - CBHA. Membro da Associação Nacional de Pesquisadores de Artes Plásticas - ANPAP. Membro do Instituto Histórico e Geográfico de SC - IHGSC. Pró Reitora de ensino de graduação da UDESC nos anos de 1994 a 1998, de 2004 a 2008 e de 2008 a 2012 , em três gestões diferentes. Vice - Presidente ANPAP - Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas no biênio 2007-2008. Vice coordenadora do Forum de pró - reitores de graduação da região sul - 2010-2011. Coordenadora do MESC-UDESC Museu da Escola Catarinense. Coordena o grupo de pesquisa - História da arte: Imagem- Acontecimento, cadastrado no CNPq e possui diversas publicações na área de teoria e História da arte. Foi Indicada ao Prêmio Sergio Milliet por pesquisa publicada no ano de 2012, pela Associação Brasileira de Críticos de arte - ABCA - e recebeu o Prêmio Gonzaga Duque, atribuído pela ABCA - pela Associação Brasileira de Críticos de arte, em 2015, por sua atuação na crítica de arte. Premio Gonzaga Duque para critica de arte pela atuação no ano de 2014, pela Associação Brasileira de Críticos de arte. Indicação ao Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade, em 2017, em ação pré- selecionada pelo Estado de Santa Catarina, com o processo de recuperação dos painéis de formatura da Academia de Comércio de SC. Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade - pela Curadoria Polo SC na Bienal Internacional de Curitiba, no ano de 2017, atribuído pela ABCA - Associação Brasileira de Críticos de arte, quando a Instituição contemplada foi a Bienal Internacional de Curitiba. Em 2019 recebe da Academia Catarinense de Letras e Artes o Prêmio Victor Meirelles - Personalidade do ano, juntamente com Juliana Crispe e Francine Goudel pelo trabalho desenvolvido a frente da organização e curadoria da Bienal Internacional de Curitiba - Polo SC. Prêmio Excelência Universitária- Comenda Professora Dra. sandra Makowiecky, pela UDESC- Planalto Norte- Ceplan, instituído em 2020.Tem experiência na área de Artes atuando principalmente nos seguintes temas: Teoria, história e crítica das artes visuais, representação, imagem, memória, patrimônio histórico, cidades nas artes visuais e ensino de artes visuais, com pesquisas que convergem para a epistemologia e abordagens da história da arte. 

Referências

ANTONELLO, Sergio. Exposição Kinder Glauben valoriza a crença infantil no Museu de Arte de Blumenau - Artista Elke Hülse faz arte inspirada na linguagem da tapeçaria. In: Fundação Cultural de Blumenau, postada em 02/03/2017, com acesso em 09/04/2019. S/p. Disponível em:< http://museudeartedeblumenau.blogspot.com/2017/03/exposicao-kinder-glauben-valoriza.html> Acesso em jan. 2019.

BENJAMIN, Walter. O narrador - Considerações sobre a obra Nicolai Leskov. IN:

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas: Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Brasiliense, 1996.

BLOOM, Harold. Anatomia da influência. R.J.: Imago, 2013.

DELEUZE, Gilles. Imagem- tempo. Cinema 2. São Paulo: Editora Brasiliense, 1990.

GARCEZ, Luciane. R. N.; MAKOWIECKY, Sandra. Elke Otte Hülse: narrativas ancestrais e técnicas expandidas na tapeçaria. In: Palíndromo (ONLINE). v.12, 2020. P. 138-158.

GARCEZ, Luciane. R. N.; MAKOWIECKY, Sandra. Entre a tapeçaria de Elke Otte Hülse e o cartão de Rivane Neuenschwander. In: Jornal da Associação Brasileira de Críticos de Arte ABCA - Arte & Crítica. No 55, Ano XVIII – 2020b.

HÜLSE, Elke O. As Tramas dos Tapeceiros Narradores: Técnica e Criação. 2009. 143 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais, Linha de Pesquisa em História, Teoria e Crítica da Arte) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV) do Centro de Artes (CEART) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, S.C.

MARQUES, Luiz. (org.) A Fábrica do antigo. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2008.

NAVAS, Adolfo Montejo e ARRUDA, Tereza de. Fronteiras em aberto. 02 de abril de 2019.Disponível em < http://bienaldecuritiba.com.br/2019/14a-bienal/>. Acesso em jan.2020

OWIDZKA, Jolanta. Tapeçaria na Polônia. 2007. Disponível em: < https://www.catalogodasartes.com.br/historia_arte/zze/. > Acesso em fev. 2019.

RANCIERE, Jacques. O espectador emancipado. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

Rivane Neuenschwander: tropics: damned, orgasmic and devotedtanya bonakdar gallery, new york. September 10 - october 24, 2020. Installation views. Press release. Works. Disponivel em

< https://www.tanyabonakdargallery.com/exhibitions/35-rivane-neuenschwander-tropics-damned-orgasmic-and-devoted-tanya-bonakdar-gallery-new-york/> Acesso em 22 jun.2021

The Bauhaus comes from Weimar. 06.04.2019. – 01.04.2024. Disponível em < https://www.bauhauskooperation.com/events/eventdetails/611/>. Acesso em jan.2020

Downloads

Publicado

2022-05-04

Como Citar

RUSCHEL NASCIMENTO GARCEZ, L.; MAKOWIECKY, S. Tradição que persiste: entre a tapeçaria de Elke Otte Hülse, o cartão de Rivane Neuenschwander e os ensinamentos de Luiz Ernesto Aroztegui. Visualidades, Goiânia, v. 19, 2022. DOI: 10.5216/v.v19.69135. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/69135. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos