Surrealismo etnográfico, etnocenologia e cartografia em artes performativas: aproximações e distinções metodológicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/v.v19.61892

Palavras-chave:

surrealismo etnográfico, etnocenologia, cartografia

Resumo

O surgimento de outras metodologias de pesquisa em artes performativas parece ser um aspecto relacionado às necessidades dos pesquisadores contemporâneos desta área. O objetivo deste artigo é apresentar algumas características da metodologia de pesquisa do surrealismo etnográfico, além de expor alguns elementos que o aproximam e o distinguem da etnocenologia e da cartografia nas pesquisas em artes cênicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vagner de Souza Vargas, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, vagnervarg@gmail.com

Doutor em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)/Brasil, Ator, Licenciado em Teatro. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6350-9256. Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/4416051502924078. E-mail: vagnervarg@gmail.com

Referências

AMORIM, Marilia. O pesquisador e seu outro: Bakhtin nas ciências humanas. São Paulo/SP: Musa, 2001.

AMORIM, Marilia. Vozes e silêncio no texto de pesquisa em ciências humanas. Cadernos de Pesquisa, n. 116, p. 07-19, 2002.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo/SP: Martins Fontes, 2011.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

BENJAMIN, Walter. Origem do drama trágico alemão. Belo Horizonte/MG: Autêntica, 2013.

BIÃO, Armindo. Aspectos epistemológicos e metodológicos da etnocenologia: Por uma cenologia geral. In.: Memória ABRACE I: ANAIS do I Congresso Brasileiro de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas. Salvador/Bahia: UFBA, p. 364-367, 1999.

BIÃO, Armindo. Artes do corpo e do espetáculo: Questões de etnocenologia. Salvador/BA: P & A, 2007.

BIÃO, Armindo. Etnocenologia e a cena baiana: Textos reunidos. Salvador/BA: P & G Gráfica e Editora, 2009.

BRETON, A. Manifesto do Surrealismo. Rio de Janeiro/RJ: Nau Editora, 2001.

BUSSOLETTI, Denise Marcos. Infâncias monotônicas – Uma rapsódia da esperança – Estudo psicossocial cultural crítico sobre as representações do outro na escrita de pesquisa. 2007. Tese (Doutorado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

BUSSOLETTI, Denise Marcos. O “nó cristalográfico” da imaginação criadora: Escrita de pesquisa, surrealismo e representações sociais. Revista Iberoamericana de Educación, n. 57, v.1, p. 1-9, 2011. Disponível em: https://rieoei.org/RIE/article/view/1473. Acesso em: 03 nov. 2018.

BUSSOLETTI, Denise Marcos; VARGAS, Vagner de Souza. O surrealismo etnográfico e o nó cristalográfico como outras epistemologias para a escrita e pesquisa em educação. Revista Querubim, n. 07, v. 01, p. 131-136, 2015.

CABRAL, Rafael. Artista-Etno-Pesquisador e suas contribuições teórico-metodológicas para o corpo em campo. Revista Repertório Teatro & Dança, n. 26, v. 01, p. 110-116, 2016.

CLIFFORD, James. A experiência etnográfica: antropologia e literatura no século XX. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2008.

COHEN, Renato. Performance como linguagem. São Paulo/SP: Perspectiva, 2002.

COSTA, Cléber José da Silveira. Linguagens-Resistências: Narrativas, escritas e desenhos no barro. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

DUARTE, Krischna S. Educação desordeira: poéticas das infâncias em videoarte. 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2017.

FARINA, Cynthia. Arte e formação: Uma cartografia da experiência estética atual. In.: 31° Reunião Anual da ANPED, Caxambu/MG. Constituição Brasileira, Direitos Humanos e Educação, 2008. Disponível em: http://31reuniao.anped.org.br/1trabalho/GE01-4014--Int.pdf. Acesso em: 03 nov. 2018.

FERRACINI, Renato. Café com queijo: Corpos em criação. São Paulo/SP: Aderaldo e Rothschild Editores: Editora FAPESP, 2006.

FERRACINI, Renato. Ensaios de atração. São Paulo/SP: Perspectiva, 2013.

FERRACINI, Renato; LIMA, Elisabeth M. F. Araújo; CARVALHO, Sergio Resende de; LIBERMAN, Flavia; CARVALHO, Yara M. de. Uma experiência de cartografia territorial do corpo em arte. Revista Urdimento, v. 01, n. 22, p. 219-232, 2014.

KERSHAW, Baz; NICHOLSON, Helen. (Ed.). Research methods in theatre and performance. Edimburgh/Scotland: Edimburgh University Press, 2011.

LEONARDELLI, Patrícia. A memória como recriação do vivido – Um estudo da história do conceito de memória aplicado às artes performativas na perspectiva do depoimento pessoal. 2008. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Escola de Comunicação e Artes (ECA), Universidade de São Paulo (USP), São Paulo/SP, 2008.

MARTINO, Junelise Pequeno. Memória culinária – Ler, cozinhar e escrever. 2015. (Dissertação em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.

PALHETA, Cláudia Suely dos Anjos. Etnocenologia, uma proposta método-gráfica-caleidoscópica. Revista Repertório Teatro & Dança, n. 26, v. 01, p. 102-109, 2016.

PARKER-STARBUCK, Jennifer; MOCK, Roberta. Researching the body in/as performance. In: KERSHAW, Baz; NICHOLSON, Helen (Ed.). Research methods in theatre and performance, Edimbugh/Scotland: Edimburgh University Press, 2011.

PASSOS, Eduardo; KASTRUP, Virgínia; ESCÓSSIA, Liliana (Org.). Pistas do método da cartografia: Pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre/RS: Sulina, 2010.

RIBEIRO, Angelita Soares. Imagens embriagadas – A cruzada das crianças – Barbárie e reencantamento do mundo. 2018. (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas/RS, 2018.

RABELO, Antonio Flávio Alves. Cartografia do invisível: Paradoxos da expressão do corpo-em-arte. 2014. Tese (Doutorado em Artes da cena) – Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas/SP, 2014.

RANCIÈRE, Jacques. O inconsciente estético. São Paulo/SP: Editora 34 LTDA, 2009.

ROLNIK, Suely. Cartografia sentimental, transformações contemporâneas do desejo. Porto Alegre/RS: Sulina/Editora da UFRGS, 2011.

SCHECHNER, Richard. Performance studies: An introduction. London and New York: Routledge, 2013.

VARGAS, Vagner de Souza. Dramaturgia da corporeidade: A pedagogia do evento teatral. 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas/RS, 2018.

VARGAS, Vagner de Souza; DUARTE, Krischna Silveira; BUSSOLETTI, Denise Marcos; VIEIRA, Daniel da Silva; GAUDENZI, Mariana Vargas. Outra metodologia para as pesquisas em ciências humanas. Revista Educação e Cultura Contemporânea, n. 44, v. 16, p. 318-341, 2019.

VELOSO, Graça. Paradoxos e paradigmas: A etnocenologia, os saberes e seus léxicos. Revista Repertório Teatro & Dança, n. 26, v. 01, p. 88-94, 2016.

Downloads

Publicado

2022-05-04

Como Citar

VARGAS, V. de S. Surrealismo etnográfico, etnocenologia e cartografia em artes performativas: aproximações e distinções metodológicas. Visualidades, Goiânia, v. 19, 2022. DOI: 10.5216/v.v19.61892. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/61892. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos