Juventudes, estetização da escola e artealização do cotidiano: olhar e imagens na pesquisa em educação

Autores

  • Aristóteles Berino (UFRJ, Brasil) UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v14i1.43064

Resumo

O uso de imagens nas pesquisas em educação é cada vez mais frequente, constituindo um campo de debates e crescente produção acadêmica. O artigo dialoga com esse campo de investigações, apresentando uma discussão sobre juventudes e estetização da escola a partir de fotografias feitas pelo autor quando lecionava na rede pública municipal do Rio de Janeiro. O uso de imagens nas pesquisas propicia uma via para análise das realizações estéticas juvenis nas escolas, fonte importante para concepção da educação popular hoje no Brasil.     

Palavras-chave: Juventudes, imagens, estetização da escola  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-31

Como Citar

BERINO (UFRJ, BRASIL), A. Juventudes, estetização da escola e artealização do cotidiano: olhar e imagens na pesquisa em educação. Visualidades, Goiânia, v. 14, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/vis.v14i1.43064. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/43064. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Encontros com imagens, pesquisa e educação