Sigur Rós e o projeto “Valtari Mystery Film Experiment”: por uma reflexão enunciativa em videoclipes musicais

Autores

  • Liene Nunes Saddi UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v13i1.39165

Resumo

O presente artigo busca propor um espaço enunciativo para a análise de videoclipes musicais enquanto objetos da cultura visual incorporados ao universo da arte contemporânea, através do estudo de caso do projeto “Valtari Mystery Film Experiment” (2012), do grupo musical islandês Sigur Rós. Para isto, promove aproximações entre os campos da comunicação e os domínios teóricos das artes visuais, traçando pontos de observação que partem da subjetividade dos músicos e diretores envolvidos até chegarem a questões de reorganização da circulação de obras na contemporaneidade.

Palavras-chave: Videoclipes, regime contemporâneo, cultura visual

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-22

Como Citar

SADDI, L. N. Sigur Rós e o projeto “Valtari Mystery Film Experiment”: por uma reflexão enunciativa em videoclipes musicais. Visualidades, Goiânia, v. 13, n. 1, 2015. DOI: 10.5216/vis.v13i1.39165. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/39165. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos