Porque e como falamos da cultura visual? - DOI 10.5216/vis.v4i1ei2.17999

Autores

  • Raimundo Martins UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v4i1ei2.17999

Resumo

Organizado em três partes, este artigo descreve, na primeira, circunstâncias históricas e sociais que precederam a emergência da cultura visual destacando as divergências entre as noções de belas artes e artesanato. Na segunda, caracteriza a cultura visual e seus projetos e propósito como campo de conhecimento e prática pedagógica. Na última, foca a importância da interpretação crítica e a forma como ela se insere na educação da cultura visual.

Palavras-chave: cultura visual, prática pedagógica, interpretação crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-04-16

Como Citar

MARTINS, R. Porque e como falamos da cultura visual? - DOI 10.5216/vis.v4i1ei2.17999. Visualidades, Goiânia, v. 4, n. 1 e 2, 2012. DOI: 10.5216/vis.v4i1ei2.17999. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/17999. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Cultura Visual