[1]
M. E. Borges, “ENTRECRUZAMENTOS: HISTÓRIA INSTITUCIONAL DA ABEC E DOS SABERES DA ARTE FUNERÁRIA NO BRASIL”, rth, vol. 19, nº 1, p. 32–46, jul. 2018.