O ensino de li para alunos com nee: experiências e reflexões no âmbito do pibid

experiências e reflexõesnno âmbito di pibid

Autores

  • Joel Victor Reis Lisboa Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v15i2.58377

Resumo

Esse artigo visa apresentar atividades desenvolvidas com alunos com necessidades educativas especiais no âmbito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), bem como trazer reflexões, a partir da análise do relato de experiência do bolsista, sobre os princípios que fundamentaram a concepção das atividades e orientaram a prática pedagógica. Ademais, traçamos reflexões sobre a importância do PIBID em face aos desafios da escola inclusiva, principalmente no que tange à formação/capacitação de professores, à disponibilização de apoio pedagógico para escolas do âmbito público de educação e à oportunidade de praxis docente para graduandos ainda em período de formação. Em relação às atividades desenvolvidas, observou-se que o ensino de línguas integrado a atividades multissensoriais, experiências práticas, utilização de recursos tecnológicos e a necessidade do envolvimento dos alunos em todas as etapas do processo de ensino-aprendizagem contribuem efetivamente para a aquisição de vocabulário por alunos com TDAH, assim como para a concentração e interação de alunos ao longo do processo de aquisição de vocabulário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joel Victor Reis Lisboa, Universidade Federal de Uberlândia

Graduado em Letras-Inglês pela Universidade Federal de Goiás-Regional Jataí. Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Uberlândia. E-mail: joelvictorlisboa@gmail.com

Downloads

Publicado

2019-05-24

Como Citar

LISBOA, J. V. R. O ensino de li para alunos com nee: experiências e reflexões no âmbito do pibid: experiências e reflexõesnno âmbito di pibid. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 01–15, 2019. DOI: 10.5216/rir.v15i2.58377. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/58377. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Livres