ATENDIMENTO AO ESTUDANTE – RECEPÇÃO, SAPP, NAI e UFGINCLUI

Autores

  • Sandra Aparecida Benite-Ribeiro Universidade Federal de Jataí, Goiás, Ciências Biológicas. Programa de Pós-graduação em Biociência Animal Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
  • Sandra Nara da Silva Novais Universidade Federal de Jataí, docente no curso de História
  • Aurélia Magalhães de Oliveira Souza Serviço de Apoio Psicológico e Psicopedagógico, Universidade Federal de Jataí, Goiás
  • Joana D'arc Moreira Serviço de Apoio Psicológico e Psicopedagógico, Universidade Federal de Jataí, Goiás
  • Vanderlei Balbino da Costa Universidade Federal de Jataí, Curso de Pedagogia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v14i3.53095

Palavras-chave:

acessibilidade, inclusão, gestão escolar

Resumo

Com o objetivo de analisar o acolhimento e o apoio ao estudante na Regional Jataí (REJ), no presente estudo avaliamos quais os projetos ou programas de apoio realizados durante o ingresso do estudante e outros serviços de apoio estudantil. Os dados foram coletados de arquivos da Coordenação de Graduação, do Serviço de apoio psicológico e psicopedagógico (SAPP), do Núcleo de acessibilidade e inclusão (NAI), de órgãos Centro de Seleção e do Sistema Integrado de Núcleos de Acessibilidade (SINACE). Em relação à recepção ao ingressante não encontramos um programa institucionalizado, apenas ações isoladas, o que demonstra a importância de institucionalizar essa ação. O SAPP demonstrou ser eficiente em relação ao atendimento dos estudando, mas deficiente em relação ao número de profissionais e à estrutura física de trabalho destinado ao atendimento da comunidade pelo SAPP. Pela avaliação do NAI desde sua criação, observamos que as ações dedicadas à acessibilidade e inclusão vêm crescendo e obtendo importantes aquisições, tanto materiais quanto de recursos humanos, de forma que nenhum estudante da Regional, que solicitou atendimento pelo NAI, não está sem o devido apoio. Por outro lado, o programa do UFGinclui ainda está iniciando e precisa de auxílio significativo dos órgãos superiores da Universidade para seu efetivo atendimento aos estudantes. Apesar disso, todos os estudantes desses grupos possuem bolsas de permanência e com a ajuda dos próprios estudantes quilombolas e indígenas, a coordenação do programa tem conseguido atender pelo menos as necessidades básicas de todos indígenas e quilombolas da Regional Jataí.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Aparecida Benite-Ribeiro, Universidade Federal de Jataí, Goiás, Ciências Biológicas. Programa de Pós-graduação em Biociência Animal Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde

Possui graduação em Ciências - Habilitação Em Biologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1996), doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e Pós-doutorado pela Universidade do Porto, FADEUP, Portugal, na área de Fisiologia. Atualmente é professora Associada da Universidade Federal de Goiás, na qual ministra a disciplina de Fisiologia para os cursos de Ciências Biológicas e Medicina Veterinária. Suas áreas de atuação são fisiologia, hipertensão e fatores de risco associados.

Sandra Nara da Silva Novais, Universidade Federal de Jataí, docente no curso de História

Possui graduação em História Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul / Campus de Aquidauana (1999), mestrado em História Região e Identidades pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul / Campus de Dourados (2004), doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2009-2013). Professora da Universidade Federal de Goiás - UFG/Jataí na área de História. 

Vanderlei Balbino da Costa, Universidade Federal de Jataí, Curso de Pedagogia

Possui Graduação em História (UFMT 1992); Especialista em ADM. Escolar e Didática do Ensino Superior (UFMT 1994); Mestre em Educação (2009), Doutor em Educação Especial – UFSCar/SP (2012). Atua nos temas: Inclusão Escolar, Educação Especial, Formação Docente, Avaliação, Deficiência Visual, Estimulação Visual, Orientação e Mobilidade, Educação Indígena e Diversidade. Professor do curso de Pedagogia e Docente no PPGE - UFG/Regional Jataí, nível Mestrado, atuando na Linha de Pesquisa 2: Políticas educacionais, Gestão e Formação de professores.

Referências

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Instrumento de Avaliação Institucional Exterma, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS, R. J. CACOM - o que é? Disponível em: <https://ccom.jatai.ufg.br//n/47928-o-que-e>.

MACEDO, L. Ensaios Construtivistas. 2ª ed. Casa do Psicólogo. São Paulo, 1994.

PORTO, Olívia. Psicopedagogia institucional: teoria, prática e assessoramento psicopedagógico. Wak. São Paulo, 2006.

VYGOTSKY, LS. A formação social da mente. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

Downloads

Publicado

2018-09-15

Como Citar

BENITE-RIBEIRO, S. A.; NOVAIS, S. N. da S.; DE OLIVEIRA SOUZA, A. M.; MOREIRA, J. D.; DA COSTA, V. B. ATENDIMENTO AO ESTUDANTE – RECEPÇÃO, SAPP, NAI e UFGINCLUI. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 14, n. 3, p. 01–15, 2018. DOI: 10.5216/rir.v14i3.53095. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/53095. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Diagnóstico do Ensino na Regional Jatai/UFG