A HORA DE LER: PARADA MAIS QUE LEGAL

Autores

  • Lizandra Sousa Macêdo Universidade Federal de Goiás
  • Isa Mara Colombo Scarlati Domingues Universidade Federal de Goiás
  • Gislene Marques da Silva Universidade Federal de Goiás
  • Juliana Alves da Guarda Universidade Federal de Goiás
  • Mariana Lima Martins Universidade Federal de Goiás
  • Stefânia Ferreira da Silva Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v12i1.37167

Resumo

Este artigo relata o desenvolvimento de uma ação realizada pelas acadêmicas do curso de Pedagogia, bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, sobre práticas de letramento literário. A leitura é importante para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita, portanto é preciso incentivar os alunos e mediar práticas de leitura literária. Partindo dessas considerações, entende-se que é necessário criar estratégias de mediação literária para os alunos, dando condições de vivenciarem momentos descontraídos por meio da leitura. Com essa intencionalidade, decidimos desenvolver uma ação que denominamos de Parada Literária. Essa ação permitiu ampliar as discussões sobre literatura, a partir do planejamento e execução de uma dinâmica diferenciada, e propiciar aos alunos e funcionários da escola parceira o contato com diferentes obras literárias. Pensando em como chamar atenção dos alunos, decidimos propor um momento de leitura em que os mesmos e os demais participantes sentissem a vontade na escolha dos livros e que nada fosse cobrado ou avaliado. Foram selecionados em torno de 600 livros e criado um ambiente agradável na escola: organizamos e distribuímos os livros nos varais (no pátio interno e nas árvores em frente da escola), caixas coloridas e mesas espalhadas pelo pátio da instituição. Para chamar a atenção dos alunos para momento literário fomos à sala de aula, tocando (bandinha) e cantando uma paródia para sinalizar e motiva-los para a hora da Parada Literária. Depois que todos estavam presentes usamos músicas instrumentais (clássicos para criança) para tornar o ambiente mais agradável. Os resultados foram satisfatórios em relação ao desenvolvimento da ação, pois levamos os alunos a perceberem que, para além da leitura por obrigação, está presente a leitura “descompromissada” e por prazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-02-06

Como Citar

MACÊDO, L. S.; DOMINGUES, I. M. C. S.; SILVA, G. M. da; GUARDA, J. A. da; MARTINS, M. L.; SILVA, S. F. da. A HORA DE LER: PARADA MAIS QUE LEGAL. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 12, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/rir.v12i1.37167. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/37167. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Elicpibid - 2º Encontro de Licenciaturas do Sudoeste Goiano