TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: DESAFIOS DA PRÁTICA DOCENTE

Autores

  • Stelamara Souza Pereira IFG/Câmpus Jataí
  • Flomar Ambrosina Oliveira Chagas

DOI:

https://doi.org/10.5216/10.5216/

Palavras-chave:

tecnologias digitais, prática pedagógica, educação matemática.

Resumo

Este trabalho é um recorte de uma pesquisa de dissertação do Programa de Mestrado Profissional do Instituto Federal de Goiás, Câmpus Jataí, de abordagem qualitativa que foi realizada, no segundo semestre de 2014, com um grupo de doze professores da rede pública do município de Doverlândia-Goiás, sobre a temática tecnologia digital na sala de aula. O objetivo foi verificar as possibilidades e os limites de o professor usar as Tecnologias de Informação e de Comunicação como instrumentos pedagógicos e a leitura e a escrita nas aulas de Matemática. Foi proposto um curso de formação de professores, como produto educacional, para investigação da própria prática sobre o uso da Redação no ensino de Matemática e teve como instrumento de análise: questionários, entrevistas, fóruns virtuais, filmagens e sequências didáticas elaboradas pelos docentes sobre histórias em quadrinhos, cartas e diários, desenvolvidos por meio das tecnologias digitais. Nas histórias em quadrinhos os participantes exploraram a escrita matemática por meio do software Hagáquê, nas cartas e diários utilizaram editores de texto dos computadores. Os resultados apontados pelo primeiro questionário no início do curso mostraram que apenas treze por cento dos docentes utilizavam as tecnologias digitais na sua prática pedagógica. Pelas entrevistas foi possível verificar também que mesmo diante das limitações enfrentadas, o curso possibilitou aos professores uma reflexão da própria prática, quando ressaltaram que as dificuldades com as tecnologias digitais existem, mas entendem que é preciso superá-las. Há necessidades, no entanto, de investimento em infraestrutura nas escolas públicas e na formação continuada de professores que permitam elaborar atividades que contemplem as tecnologias digitais em suas aulas. Nesse contexto, acredita-se que os problemas apresentados não podem ser ignorados, mas que é possível desenvolver um trabalho contextualizado no ensino de matemática aliado à tecnologia, mostrando as suas potencialidades.

 

ABSTRACT This work is a cutout of a research dissertation of the Professional Master's program of the Federal Institute of Goiás, Campus Jataí, a qualitative approach which was held in the second half of 2014, with a group of twelve public school teachers in the city of Doverlândia-Goiás, on the topic digital technology in the classroom. The objective was to verify the possibilities and the limits of the teacher use information and communication technologies as teaching tools and reading and writing in mathematics classes. We proposed a training course for teachers as educational product for their own operational research on the use of Writing in the teaching of Mathematics and had as an analytical tool: questionnaires, interviews, virtual forums, filming and teaching sequences developed by teachers on stories comics, letters and diaries, developed through digital technologies. In the comics participants explored the mathematical writing through HagáQuê software, in letters and diaries used text editors computers. The results presented by the first questionnaire at the beginning of the course showed that only thirteen percent of teachers were using digital technologies in their teaching. The interviews it was possible to find that even in the face of constraints faced, the course allowed teachers a reflection of own practice, when pointed out that the difficulties with digital technologies exist, but understand what it takes to overcome them. There needs, however, infrastructure investment in public schools and in continuing education of teachers to enable elaborate activities that include digital technologies in their classes. In this context, it is believed that the problems presented can not be ignored, but it is possible to develop a contextualized work in mathematics education combined with technology, showing its potential.

Keywords: digital technologies; teaching practice; mathematics education.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stelamara Souza Pereira, IFG/Câmpus Jataí

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Educação para Ciências e Matemática do Instituto Federal de Goiás, Câmpus Jataí.

Referências

BORBA, M. C. PENTEADO, M.G. Informática e Educação Matemática. 5. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

D’AMBRÓSIO, U. Educação Matemática: da teoria à prática. 23. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012.

FARIA, C. O. Redação Matemática: a comunicação como mediadora na formação de conceitos matemáticos. Goiânia: Ed. UFG, 1975, v. 22. no . 1 / 2, p.12-31 , jan/dez., 1998.

FIORENTINI, D. e LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 3. ed. Campinas, SP: Autores associados, 2012.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 7. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1983.

GLADCHEF, A. P.; ZUFFI, E.M. e SILVA, D.M. Um Instrumento para avaliação da Qualidade de Softwares Educacionais de Matemática para o Ensino Fundamental. In: VII Workshop de Informática na Escola, 2001, Fortaleza – CE. Anais. Disponível em:<http://robertoclaudino.webnode.com.br/apostilas/> Acesso em: 15. abr. 2015.

LIBÂNEO, J.C. Produção de saberes na escola: suspeitas e apostas. Anais do X Endipe. Rio de Janeiro. 2000.

LUDKE, M. e ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MERCADO, L.P. L. A Internet como Ambiente Auxiliar do Professor no Processo Ensino-Aprendizagem. Instituto Gauss. 2001. Disponivel em: <http://www.igm.mat.br/profweb/sala_de_aula/mat_computacional/2006_2/artigos/artigo1.pdf>. Acesso em: 12. mar. 2015.

SANTOS, M. Pensando o Espaço do Homem. 5. ed. São Paulo. Editora da Universidade de São Paulo, 2004.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 17. ed. revista. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

SOARES, M. O livro didático e a escolarização da leitura, disponível em: <http://entrevistasbrasil.blogspot.com.br/2008/10/magda-soares-o-livro-didtico-e.html>. 2008. Acesso: 15.maio. 2015.

VALENTE, J. “Mudança na Sociedade, Mudança na Educação”. In: J. Valente (Org.). O computador na sociedade do conhecimento. Campinas, SP: Nied, 1999. Cap. 2, p. 29-37.

Downloads

Publicado

2016-02-04

Como Citar

PEREIRA, S. S.; CHAGAS, F. A. O. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: DESAFIOS DA PRÁTICA DOCENTE. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 12, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/10.5216/. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/37120. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Elicpibid - 2º Encontro de Licenciaturas do Sudoeste Goiano