ANÁLISE DA MÚSICA “PARABOLICACAMARÁ” DE GILBERTO GIL SOB A PERSPECTIVA FOUCAULTIANA E SUA POTENCIALIDADE PARA O ENSINO

Autores

  • Francisco Tomaz de Moura Júnior UFG - Campus Jataí

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v12i1.36921

Palavras-chave:

Parabolicamará, Análise do discurso foucaultiana, Potencialidade de uso, Ensino, Globalização./Keywords, Analysis of Foucault's discourse, Potential use, Education, Globalization.

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo a análise à letra da música “Parabolicamará” de Gilberto Gil, gravada em 1991, no disco de mesmo nome que, por sua vez, foi lançado em janeiro de 1992, buscando sua potencialidade de uso para o ensino de um fenômeno tão presente: a globalização. Tal disco traz na capa a imagem de um cesto com formato de antena. O título da música, segundo o próprio auto, faz a junção da parabólica, “antena onipresente hoje mesmo nos recantos mais pobres do Brasil” com camará, forma reduzida como os jogadores de capoeira, luta-dança afro-brasileira, usam se chamar, camaradas, enquanto cantam e dançam. Deste modo, busca-se compreender, baseado na análise do discurso foucaultiana em que o enunciado é uma função que não se limita as estruturas da língua, mas faz com que estas se realizem concretamente no tempo e no espaço, sendo fruto de uma relação de poder-saber, deve, o analista, restringir-se a análise ao nível das palavras, dos ditos, cabendo-nos, assim, investigar as condições históricas de produção do enunciado que permitiu que o autor enunciasse desta forma e não de outra, qual o contexto musical pertence, e quais discursos a ela se ligam. Com o objetivo de realizar de forma clara e objetiva tal análise dividimos o artigo em quatro partes: a introdução em que é apresentada a opção por Foucault e por essa música, num segundo momento busca se identificar a produção enunciativa, para que posteriormente, numa terceira parte, se possa discutir a análise do próprio enunciado, a letra da música, por fim, já caminhando para um fechar, num quarto momento, poderá ser observar a potencialidade de uso dessa construção discursiva para se tratar dentro da sala de aula e de forma lúdica o ensino e compreensão do fenômeno da globalização tão presente nos dias atuais e ao qual se ligam outros diversos discursos, sendo, melhor representada na música pelo fenômeno do “encurtamento” das distâncias.

 

ABSTRACT This paper aims at analyzing the lyrics "Parabolicamará" Gilberto Gil, recorded in 1991, as eponymous disc, in turn, was released in January 1992, seeking their potential use for teaching a phenomenon as this: globalization. This album features the cover image of a basket with antenna format. The song title, according to the self itself, is joined to the satellite, "ubiquitous antenna today in the poorest corners of Brazil" with chamber, reduced how capoeira players, african-Brazilian dance-fight, use call, comrades, as they sing and dance. Thus, we seek to understand, based on the analysis of Foucault's speech in which the statement is a function that is not limited language structures, but makes these take place precisely in time and space, being the result of a relationship power-knowledge, should the analyst, restricting the analysis to the level of words, said, leaving us thus investigate the historical conditions stated of the production that allowed the author was stating this way and not another, which the musical context belongs, and which talks to her bind. In order to carry out clear and objective manner such analysis divided the article into four parts: the introduction that presents the option by Foucault and this song, second seeks to identify the enunciation production so that later, a third part, they can discuss the analysis of the statement itself, the lyrics, finally, already heading for a close, a fourth time, you may notice the potential use of this discursive construction to deal with in the classroom and in order playful teaching and understanding of the phenomenon of globalization as this nowadays and which bind several other speeches, being better represented in music by the phenomenon of "shortening" of distances.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DEMO, P. Educação hoje: "novas" tecnologias, pressões e oportunidades. São Paulo: Atlas, 2009.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 5ª. ed. São Paulo: Loyola, 1999.

GIL, G. Parabolicamará. Gilberto Gil, 2009. Disponivel em: <http://www.gilbertogil.com.br/sec_disco_info.php?id=386&letra>. Acesso em: 22 jun. 2015.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Campinas: Editora da UNICAMP, 1992.

PANIAGO, M. D. L. F. D. S. Práticas Discursivas de Subjetivação em Contexto Escolar (tese de doutoramento). Araraquara: UNESP, 2005.

REVEL, J. Michel Foucault: conceitos essenciais. São Carlos: Claraluz, 2005.

SANTOS, M. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico-informacional. 5ª. ed. São Paulo: EdUSP, 2008.

SOMMER, L. H. A ordem do discurso escolar. Revista brasileira de educação, Rio de Janeiro, jan/abr 2007. 57-67.

TUAN, Y.-F. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: Difel, 1983.

Downloads

Publicado

2016-02-04

Como Citar

MOURA JÚNIOR, F. T. de. ANÁLISE DA MÚSICA “PARABOLICACAMARÁ” DE GILBERTO GIL SOB A PERSPECTIVA FOUCAULTIANA E SUA POTENCIALIDADE PARA O ENSINO. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 12, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/rir.v12i1.36921. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/36921. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Elicpibid - 2º Encontro de Licenciaturas do Sudoeste Goiano