O USO DE MODELOS MOLECULARES NO ENSINO DE QUÍMICA ORGÂNICA

Autores

  • Juliana Fernandes Lima Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Campus Jataí
  • Carlos Cézar da Silva Instituto Federal de Goiás/Jataí

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v10i2.26721

Palavras-chave:

Ensino, Química, Modelo Molecular.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar os resultados parciais da pesquisa desenvolvida no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ensino de Ciências e Matemática, o projeto faz a interação do  ensino de química orgânica, em temas como a classificação de carbonos e tipos de ligações químicas, pode ser desenvolvido com o uso de modelos moleculares. Este trabalho teve como objetivo principal a utilização de modelos moleculares para motivar alunos de ensino médio de cursos técnicos integrados na aprendizagem de química orgânica. A atividade foi organizada de tal forma que somente as turmas de 3º de Agrimensura e 3º de Informática tiveram acesso aos modelos moleculares e as turmas de 3º de Eletrotécnica e 3º de Edificações não tiveram acesso a esse recurso didático. Neste trabalho foi possível constatar que os alunos conseguem extrapolar os conceitos de modelos de ligações químicas usando o modelo molecular, mas para a nomenclatura de compostos orgânicos, esse método não se mostrou satisfatório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Fernandes Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Campus Jataí

Formação Acadêmica: Licenciatura em Química

Intituição: Universidade Federal de Goiás Campus Jataí

 

Pós Graduação: Especialização em Lato Sensu em Ciências e Matemática

Instituição: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Campus Jataí

Referências

ATKINS, Peter. Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente. Tradução técnica: Ricardo Bicca de Alencastro. 5 ed. – Porto Alegre, 2012.

BROWN, Theodore L. Química, a ciência central. São Paulo : Pearson Prentice Hall, 2005.

BRUICE, Paula Yurkanis. Química Orgânica. Volume 1. Trad. Débora Omena Futuro. 4ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.

CARREIRA, Sérgio Leal. Apud CUNHA. A química orgânica no ensino secundário: percepções e propostas. Aveiro, 2006, 3 p.( Trabalho de Conclusão de Curso apresentado a Faculdade de Química). Disponível em: < http://ria.ua.pt/bitstream/10773/2967/1/2007001385.pdf >. Acesso em: 15 jan. 2013.

Downloads

Publicado

2015-02-12

Como Citar

LIMA, J. F.; CÉZAR DA SILVA, C. . O USO DE MODELOS MOLECULARES NO ENSINO DE QUÍMICA ORGÂNICA. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 10, n. 2, 2015. DOI: 10.5216/rir.v10i2.26721. Disponível em: https://revistas.ufg.br/rir/article/view/26721. Acesso em: 28 set. 2022.