Paisagismo e documentação

A construção paisagística da Paisagem Cultural Carioca

Autores

  • Alda Ferreira Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Paisagem cultural carioca. documentação. práticas paisagísticas. cultura paisagística.

Resumo

Em 2012, o sítio da Cidade do Rio de Janeiro recebeu o título de Paisagem Cultural da UNESCO, atribuído segundo os critérios V e VI de suas Diretrizes Operacionais. Contudo, até o momento, não houve a retificação do Dossiê, com a documentação dos atributos deste Patrimônio da Humanidade, e identificadas suas componentes chaves. Este artigo tem o objetivo de caracterizar a formação histórico-cultural das práticas paisagísticas na construção da Paisagem Cultural Carioca. Baseado no conceito de habitus e campo, do sociólogo Pierre Bourdieu, foi analisado o sistema de espaços paisagísticos que caracteriza a borda d’água do Sítio Nomeado. Observou-se que essa construção é fruto da noção ativa dos paisagistas, como produtos da história do campo social, e das experiências acumuladas no curso de suas trajetórias individuais em relação à sociedade e ao meio, que contribuiu para a construção de uma cultura paisagística. Defende-se então que é necessário conservar o valor paisagístico atribuído pela UNESCO, e salvaguardar os saberes gerados pelas práticas que colaboram para distinguir o lugar.

Referências

ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. [1ª impressão em 1992]. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. 11ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2011.

CULLEN, Gordon. Paisagem urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

FERREIRA, Alda de Azevedo. A permanência da paisagem: os princípios do projeto paisagístico de Haruyoshi Ono. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano. Universidade Federal de Pernambuco. 2012.

FERREIRA, Alda de Azevedo. Os saberes e as práticas paisagísticas na construção da Paisagem Cultural Carioca. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação de Arquitetura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2018.

FERREIRA, A.; ONO, F.; NÓBREGA, C. A institucionalização do ensino de arquitetura paisagística no Rio de Janeiro. Paisagem e ambiente: ensaios. nº 40. São Paulo: FAU, 2017. P. 133 - 148.

IPHAN. “Rio de Janeiro, paisagens cariocas entre a montanha e o mar”. 2012. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/33_2%20UNESCO%20aprova%20t%C3%ADtulo

%20de%20Patrim%C3%B4nio%20Mundial%20para%20a%20Paisagem%20Cultural%20do%20Rio%20

de%20Janeiro.pdf. Acesso em: 27/04/2016.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário básico de filosofia. 5.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra de. “O campo do patrimônio cultural: uma revisão de premissas”. In: Anais do I Fórum Nacional do Patrimônio Cultural: Sistema Nacional de Patrimônio Cultural: desafios, estratégias e experiências para uma nova gestão. Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Brasília: Iphan, 2012, pp. 25 a 39.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra de. Repovoar o patrimônio ambiental urbano. SCHLEE, Andrey R. (Org.) Patrimônio: desafios e perspectivas. Revista do patrimônio histórico e artístico nacional. Nº 36. Brasília: Iphan, 2017, pp. 39 a 51.

MARX, Roberto Burle; TABACOW, José (org). Arte e paisagem: (conferências escolhidas). 2ª ed. rev. [1ª impressão em 1982] São Paulo: Nobel, 2004.

SANTOS, Ana Maria Pessoa dos; FERREIRA, Alda de Azevedo. Jardineiros do século XIX: o ofício na Cidade do Rio de Janeiro. Leituras paisagísticas: teoria e práxis. n.5. Rio de Janeiro: EBA/UFRJ, 2015, p 33-50.

UNESCO. “Operational Guidelines for the Implementation of the World Heritage Convention”. 2017. Disponível em: http://whc.unesco.org/en/guidelines. Acesso em: 15/07/2019.

UNESCO. “Rio de Janeiro (Brazil) nº 1100 rev”. In: Nomination file. 2012. Disponível em: https://whc.unesco.org/uploads/nominations/1100rev.pdf. Acesso em: 05/04/2015.

Downloads

Publicado

06-11-2020

Como Citar

Ferreira, A. (2020). Paisagismo e documentação: A construção paisagística da Paisagem Cultural Carioca. Revista Jatobá, 2. Recuperado de https://revistas.ufg.br/revjat/article/view/65445

Edição

Seção

Dossiê