REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DE MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS PARA INVESTIGAÇÃO EM CAMPO DE FALHAS EM SISTEMA DE IMPERMEABILIZAÇÃO: TERMOGRAFIA POR INFRAVERMELHO, GEORADAR (GPR)E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v19i2.78186

Palavras-chave:

Ensaios não destrutivos, Impermeabilização, Estanqueidade, Termografia, GPR

Resumo

A durabilidade, o desempenho, a eficiência e a vida útil de materiais, sistemas e componentes construtivos podem ser comprometidos por falhas de estanqueidade e de sistemas de impermeabilização.  Técnicas não destrutivas (ND) vêm sendo utilizadas para aprimorar investigações em edificações em construção e em uso apresentem problemas relacionados a falta de estanqueidade. Assim, é objetivo apresentar, por meio de revisão da literatura, as técnicas ND de termografia por infravermelho, campo elétrico e tomografia por ondas ultrassônicas para detecção de falhas em campo em sistemas de impermeabilização. Para tanto, a revisão da literatura foi realizada nas base de dados Science Direct, Scopus e Engineering Village entre os anos de 2012 a 2022 no âmbito nacional e internacional. Como resultado, a termografia tem uso evidenciado e com êxito na detecção de pontos umidades, porém pode haver a limitação de temperatura e horários em função da radiação solar. Já a técnica de campo elétrico, apresentou como principal vantagem a complementação do teste de estanqueidade. Com a tomografia por ondas ultrassônicas é possível analisar as descontinuidades, interfaces e defeitos no sistema de impermeabilização. Desta forma, aplicação de técnicas não destrutivas em inspeções de campo para detecção de problemas de estanqueidade é grande e pode minimizar prejuízos financeiros, sociais, ambientais, dentre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Siane Arantes de Oliveira, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. arantessiane@gmail.com

Engenheira Civil, Especialista em Construção Civil pela Universidade Federal de Goiás (UFG)

Andrielli Morais de Oliveira, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. andriellimorais@yahoo.com.br

Engenheira Civil, Doutora, Docente do Curso de Engenharia Civil e Ambiental (EECA) e do curso de Pós-Graduação em Geotecnia, Estruturas e Construção Civil da Escola de Engenharia Civil da Universidade Federal de Goiás (PPG-GECON/UFG)

Maria Carolina Gomes de Oliveira Brandstetter, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. maria_carolina_brandstetter@ufg.br

Engenheira Civil, Doutora, Docente do Curso de Engenharia Civil e Ambiental (EECA) e do curso de Pós-Graduação em Geotecnia, Estruturas e Construção Civil da Escola de Engenharia Civil da Universidade Federal de Goiás (PPG-GECON/UFG)

Referências

AGLIATA, R.; BOGAARD, T.A.; GRECO, R.; MOLLO, L.; SLOB, E.C., STEELE-DUNNE, S.C. Non-invasive estimation of moisture content in tuff bricks by GPR. Construction and Building Materials, v.160, p. 698-706, 2018.

AKTAS, Y.D.; ZHU, H.; AYALA, D.; WEEKS, C. Impact of surface waterproofing on the performance of brick masonry through the moisture exposure life-cycle. Building and Environment, v.197, p. 13, 2021.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING MATERIALS. ASTM D 4787-13, 2018: Standard Practice for Continuity Verification of Liquid or Sheet Linings Applied to Concrete Substrates. ASTM International, West Conshohocken, PA, 2021.

ANDRADE, R. P. Uso da termografia infravermelha embarcada em drone como ferramenta para a inspeção de patologias em revestimentos. (2020). 19 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS E INSPEÇÃO. Web site. 2022. Disponível em: http://www.abendi.org.br/abendi/.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15424: Ensaios não destrutivos - Termografia - Terminologia. Rio de Janeiro, 2016.

ABNT_______. NBR 16292: Ensaios não destrutivos — Termografia — Medição e compensação da temperatura aparente refletida utilizando câmeras termográficas. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15572: Ensaios não destrutivos - Termografia -. Guia para inspeção de equipamentos elétricos e mecânicos. Rio de Janeiro, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15575: Edificações habitacionais - Desempenho. Parte 1 - Requisitos Gerais. Rio de Janeiro, 2021.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15763: Ensaios não destrutivos - Termografia - Critérios de definição de periodicidade de inspeção em sistemas elétricos de potência. Rio de Janeiro, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15866: Ensaios não destrutivos - Termografia - Metodologia de avaliação de temperatura de trabalho de equipamentos em sistemas elétricos. Rio de Janeiro, 2010.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 16172: Revestimentos anticorrosivos - Determinação de descontinuidades em revestimentos anticorrosivos aplicados sobre substratos metálicos. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 16554: Ensaios não destrutivos - Termografia - Medição e compensação da transmitância de um meio atenuante utilizando câmeras termográficas. Rio de Janeiro, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 16818: Ensaios não destrutivos - Termografia Infravermelha - Procedimento para aplicações do método da termografia infravermelha. Rio de Janeiro, 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9574: Execução de impermeabilização. Rio de Janeiro, 2008

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9575: Impermeabilização - Seleção e Projeto. Rio de Janeiro, 2010.

BAIÃO, R. G. Estudo comparativo da eficiência de primes contra corrosão para armazenamento de chapas de aço utilizadas na construção e reparo naval. (2016). 34 -35 p. Dissertação (Mestrado Profissional). Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.uezo.rj.gov.br/pos-graduacao/dissertacoes/2016/Ricardo%20da%20Gama%20Bai%C3%A3o.pdf

BARBOSA, M.T.G.; ROSSE, V.J.; LAURINDO, N. G. Thermography evaluation strategy proposal due moisture damage on building facades. Journal of Building Engineering, v.43, 2021.

BAUER, E.; CASTRO, E. K.; OLIVEIRA FILHO, A. H.; PAVÓN, E. (2014). Criteria for application of passive infrared thermography as an auxliary technique in teh diagnosis of pathologies os facades of buildings. Revista Politécnica, v. 21, p. 266-277, 2014a.

BAUER, E.; PAVÓN, E. ; BARREIRA, EVA ; KRAUS, ELIANE (2016). Analysis Of Building Facade Defects Using Infrared Thermography: LABORATORY STUDIES. Journal of Building Engineering, p. 93-103, 2016b.

BAUER, ELTON; FREITAS, V.P. ; MUSTELIER, N. ; BARREIRA, E. ; FREITAS, S.S. (2015). Infrared thermography - evaluation of the results reproducibility. STRUCTURAL SURVEY, v. 33, p. 20-35, 2015a.BAUER, E.; Pavón, E. . Termografia de infravermelho na identificação e avaliação de manifestações patológicas em edifícios. Concreto & Contrução, v. 79, p. 93-98, 2015b.

BAUER, ELTON; MILHOMEM, PATRÍCIA MOTA ; AIDAR, LUIZ AUGUSTO GIMENEZ (2018). Evaluating the damage degree of cracking in facades using infrared thermography. Journal of Civil Structural Health Monitoring, v. 1, p. 1, 2018.

BAUER, ELTON; PAVÓN, ELIER ; OLIVEIRA, ELIAS ; PEREIRA, CLAUDIO H. F.(2016). Facades inspection with infrared thermography: cracks evaluation. Journal of Building Pathology and Rehabilitation, v. 1, p. 2, 2016a.

BIGMAN, D. P., DAY, D. J. Ground penetration radar inspection of a large concrete spillway: A case-study SFCW GPR at a hydroeletric dam. Case Studies in Construction Materials, v.16, p. 2-7, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.cscm.2022.e00975.

BURIN, E. M.; DANIEL, E.; FIGUEIREDO F. F.; MOURÃO I. C. S.; SANTOS M. S. Vistorias na Construção Civil: Conceitos e Métodos. 3ed. São Paulo: PINI, 2019.

CACCIOTTI, R. Brick masonry response to wind driven rain. Engineering Structures, v.224, p. 13, 2020.

CAMARGO, P. E. Casos reais de preparações das superfícies para permitir (ou não) o adequado desempenho da impermeabilização. Anais do 15º Simpósio Brasileiro de Impermeabilização, São Paulo/SP, 2018.

CAMPOS, J. R. R., TORRADO P. V. Use of ground penetration radar to study spatial variability and soil stratigraphy. Engenharia Agrícola, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1809-4430-Eng.Agric.v39n3p358-364/2019

CUPERTINO, D., BRANDSTETTER, M. C. G. de O. Proposição de ferramenta de gestão pós-obra a partir dos registros de solicitação de assistência técnica. Ambiente Construído (Online), v. 15, p. 243-265, 2015. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/ambienteconstruido/article/view/54259.

DAFICO, L (2021). Utilização das técnicas de termografia infravermelha e detecção de umidade por contato para avaliação da percolação da água por ascensão capilar em alvenarias. (2021). 77 - 143p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil), Escola de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

DAFICO, L.C.M.; BARREIRA, E.; ALMEIDA, R.M.S.F.; CARASEK, H. Comparison of Infrared Thermography and Other Traditional Techniques to Assess Moisture Content of Wall Specimens. Sensors 2022, 22, 3182. https://doi.org/10.3390/s22093182

DODGE, E.C.; AARON, R.L. Waterproofing and elevation profiling of a sub-surface drainage layer. Construction and Building Materials, v. 38, p.1270-1275, 2013.

FERREIRA, A. P. B. F. Análise de infiltrações em serviços de pós-obra utilizando a termografia de infravermelho. (2014). 6 p. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Católica de Brasília, Brasília. Disponível em: https://silo.tips/download/pro-reitoria-de-graduaao-curso-de-engenharia-civil-trabalho-de-conclusao-de-curs-5

FLUKE CORPORATION (2005). Termography education series. World Pumps, Netherlands - USA, 2005 https://assets.tequipment.net/assets/1/26/Documents/thermalapplication_edu-series.pdf

GOMIDE, T. L. F.; NETO, J.C.P.F; GULLO, M. A. Normas Técnicas para Engenharia Diagnóstica em edificações. Editora PINI, 2009.

GRADE CURRICULAR UNESP – disponível em: https://www.feb.unesp.br/Home/Departamentos343/EngenhariaCivil/Grade_Curr_2006.pdf

JANKU, M., CIKRLE, P., GROSEK, J., ONDREJ, A., JOSEF, S. Comparison of infrared thermography, ground-penetrating radar and ultrasonic pulse echo for detecting delaminations in concrete bridges. Construction and Building Materials, V.225, p. 3-5,2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2019.07.320.

LEONEL, A. C.L. Estudo das Técnicas de Tomografia Ultrassônica e Radar de Penetração com Contribuição em Metodologia de Inspeção de Obras de Concreto. (2022). 213P. Dissertação (Mestrado Em Engenharia Civil), Escola de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

LEONI, M., FURLAN, C., OLIVEIRA, L., OLIVEIRA, P., SAHADE, R. Novos Patologistas: Um legado de paixão pela boa engenharia. E-book. https://www.docsity.com/pt/ebook-novos-patologistas-um-levado-de-paixao-pela-boa-engenharia/5780037/

LONZETTI, F. B. Impermeabilização em subsolos de edificações residências e comerciais. Trabalho de conclusão de curso (Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

MACHADO, M. A utilização da termografia para complementar o ensaio de estanqueidade em locais impermeabilizados: estudo de caso. (2017). Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso). Centro Universitário de Brasília, Brasília. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/prefix/13228/1/21356800.pdf

MOREIRA, K. A. W. Utilização da termografia infravermelha e escaneamento por radar para identificação de infiltrações e vazios em elementos nas contruções. 15º Simpósio Brasileiro de Impermeabilização, 2018. Disponível em: http://ibibrasil.org.br/simposio2018/wp-content/uploads/2018/06/01-04-Kirke-Utiliza%C3%A7%C3%A3o-da-termografia-infravermelha_15_SBI.pdf

MORÓN, C.; FERRÁNDEZ, D.; SAIZ, P.; YEDRA, E. Measuring system of capillary rising damp in cement mortars. Measurement, v. 135, p. 252-259, 2019.

MOURA, R. S. L. M. Catalogação de inovações tecnológicas nas construções civil. (2015). 112p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza. Disponível em: http://www.pec.ufc.br/images/Dissertacoesdefendidas/Dissertao---Rafael-de-Sousa-Leal-Martins-Moura.pdf

PAES, A. S. Proposta de procedimento para estimativa do tamanho de defeitos em tubos de aço perfurados e revestidos com materiais compósitos utilizando shearografia. (2013). 40 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/122928/325423.pdf?sequence=1&isAllowed=y

PINHEIRO, M. A. R., SILVA. R. C. L. Análise de corrosão e aplicação de revestimentos anticorrosivos em cascos de navios: estudo de caso. (2015). 62 p. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso). Escola de Engenharia, Universidade Federal Fluminense, Niterói. https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/797/1/Marcio_e_Renato_Sem_Assinatura.pdf

PROCEQ. Quick Start Guide & Product Certificates. 2022. Disponível em:

https://media.screeningeagle.com/asset/Downloads/Proceq_GP8800%20%26%20GP8000_GP8100_200x140_Multilingual_DIGITAL_20210915.pdf. Acesso em: nov.2022.

ROCHA, J.H.A., SANTOS, C. F., OLIVEIRA, J.B.; ALBUQUERQUE, L.K. dos S. PÓVOAS, Y.V. Detecção de infiltração em áreas internas de edificações com termografia infravermelha: estudo de caso. Ambiente construído, V.18, p. 1-12, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212018000400308.

SALOMÃO, M. C. F. Estudo da Umidade Ascendente em Painéis de Alvenaria de Blocos Cerâmicos. 2012. 193 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Civil, 2012.

SEVERO T.S. Oportunidades de melhoria na assistência técnica: Estudo de caso em empresa construtora-incorporadora. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 2017.

SILVA, F. J. R., MATUTI B. B. Estudo da impermeabilização de patologias com a utilização de material betuminoso em alvenarias: estudo de caso. (2018). 4p. Trabalho de Conclusão de Curso. Centro Universitário do Norte, Manaus.

TEIXEIRA, B. Utilização de termografia para detecção de manifestações patológicas em edificações. (2017). 13-24p. Trabalho de Conclusão de Curso. Centro Universitário de Brasília, Brasília. Disponível em: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/bitstream/123456789/10808/1/BrunodeSousaTeixeiraTCCGraduacao2017.pdf.

TEJO, F. A. C. Análise das principais patologias pós obra por um setor de assistência técnica de uma construtora de pequeno porte. 2018. Trabalho de conclusão de curso (Engenharia Civil) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

VERGILI R. A. C. Um olhar para a cobertura, Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil), Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo. (2019). 79-80p.

WU, K.; RODRIGUEZ, G.A.; ZAJC M.; JACQUEMIN, E.; CLÉMENT, M.; COSTER, A.; LAMBOT, S. A new drone-borne GPR for soil moisture mapping. Remote Sensing of Environment, v.235, 2019.

GRINZATO, E.; BISON, P. G.; MARINETTI, S. Monitoring of ancient buildings by the thermal method. Journal of Cultural Heritage, [s.l.], v. 3, p. 21-29, 2002, DOI: 10.1016/01443619866543.

MALDAGUE, X. P.V. Nondestructive Evaluation of Materials by Infrared Thermography. 1ª edição. Londres: Springer-Verlag, 1993. 206 p., DOI: 10.1007/978-1-4471-1995-1.

ROSINA, E. LUDWIG, N. Optimal thermographic procedures for moisture analysis in building materials. In: EUROPTO CONFERENCE ON DIAGNOSTIC IMAGINGTECHNOLOGIES AND INDUSTRIAL APPLICATIONS, 1999, Munique, Alemanha. Proceedings... [s.l.]: SPIE, junho de 1999. v. 3827. p. 22-33.

THEODORAKEAS, P. I. Quantitative Analysis and Defect Assessment Using Infrared Thermographic Approaches. 2013. 257 f. Dissertação de PhD. National Technical. University of Athens. School of Chemical Engineering, Atenas, 2013.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

ARANTES DE OLIVEIRA, S.; MORAIS DE OLIVEIRA, A.; GOMES DE OLIVEIRA BRANDSTETTER, M. C. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DE MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS PARA INVESTIGAÇÃO EM CAMPO DE FALHAS EM SISTEMA DE IMPERMEABILIZAÇÃO: TERMOGRAFIA POR INFRAVERMELHO, GEORADAR (GPR)E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA. REEC - Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 80–95, 2023. DOI: 10.5216/reec.v19i2.78186. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reec/article/view/78186. Acesso em: 12 jul. 2024.