METODOLOGIA PARA MEDIDA DE ROTAÇÃO E CURVATURA EM ZONA DE DISTÚRBIO DE VIGAS DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO

Autores

  • Bruna Catoia Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil
  • Carlos Alberto Tobal Justo Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil
  • Marcelo de Araujo Ferreira Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil https://orcid.org/0000-0001-5175-2171

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v18i2.73764

Palavras-chave:

Concreto pré-moldado, Vigas, Rotação, Curvatura, Instrumentação

Resumo

RESUMO:  O objetivo deste trabalho é investigar e validar metodologias para medir rotação e curvatura, com o intuito de facilitar a instrumentação de modelos compostos por elementos de concreto pré-moldado. A fim de testar a viabilidade das metodologias para instrumentação, foram analisados ensaios de vigas biapoiadas, dimensionadas para alcançar a ruína nos domínios de deformação 2 (subarmada com deformação no aço 0,01), 3 (subarmada com deformação limite do concreto 0,0035) e no limite entre os domínios 3 e 4 (ruptura do concreto e aço no início do patamar de escoamento). Com os resultados desses estudos foi possível fornecer subsídios para racionalização e simplificação dos procedimentos experimentais, o que permite a utilização de elementos pré-moldados fornecidos diretamente pela indústria, diminuindo os custos e acelerando as pesquisas de modo significativo.

 ABSTRACT: The aim of this research is to investigate and validate methodologies for rotations and curvature measurement in order to facilitate the instrumentation of models composed of precast concrete members. To assess the viability of the methodologies for instrumentation, tests of supported beams were carried out, designed to achieve failure in the strain domain 2 (under-reinforcement with steel strain of 0.01), domain 3 (under-reinforcement with concrete limit strain of 0.0035), and in the limit between domains 3 and 4 (balanced failure). With the results of these studies, it was possible to provide subsidies to rationalization and simplification of the experimental procedures that allow the employ of precast members provided directly by the industry, reducing the costs and accelerating the researches in a significant way.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Catoia, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Carlos Alberto Tobal Justo , Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Marcelo de Araujo Ferreira , Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto - Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

BACHEGA, L.A. Estudo teórico-experimental de ligação viga-pilar com consolo metálico embutido em estruturas pré-moldadas de concreto. São Carlos. Dissertação (Mestrado em estruturas) – Universidade Federal de São Carlos, 2013.

BALDISSERA, A.B. Estudo experimental de uma ligação viga-pilar de concreto pré-moldado parcialmente resistente a momento fletor. 149p. Dissertação Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2006.

BARROS, L. S. P. Verificação do comportamento de ligações viga-pilar com continuidade de armadura negativa por meio de luvas rosqueadas. 142p.Mestrado em Estruturas e Construção Civil - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2018.

BERTOLUCCI, F. S. Investigação de compósitos cimentícios para preenchimento de juntas da interface e de nichos em ligações e estruturas pré-moldadas. Ilha Solteira. 185f. Dissertação (Mestrado em materiais) –Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, 2010.

BRANSON, D. E. Procedures for computing deflections. ACI Journal, 65. New York, September, 1968.

CATOIA, B. Comportamento de Vigas Protendidas Pré-moldadas com Ligações Semi-rígidas. São Carlos.149f. Dissertação (Mestrado em estruturas). Universidade Federal de São Carlos, 2007.

Concrete Institute.2. PCI Connections Committee. Design and Typical Details of Connections for Precast and Prestressed Concrete, 2nd ed. Chicago, IL: Precast/Prestressed Concrete Institute (PCI), 1988.

FERREIRA, M. A. Estudo das Deformabilidades das Ligações para Análise Linear em Pórticos Planos de Elementos Pré-moldados de Concreto, 166 p., Dissertação de Mestrado. EESC-USP, 1993.

FERREIRA, M.A. Deformabilidade de ligações viga-pilar de concreto pré-moldado. São Carlos, 231 pp, Tese de Doutorado, EESC-USP, 1999.

FERREIRA, M. A., ELLIOTT, K.S. Analytical Design Procedure for Semi-Rígid Connections in Precast Concrete Structures (80 pp.), University of Nottingham, UK. RESEARCH REPORT (English), 2002.

FERREIRA, M.A., El Debs, M.K., Elliott, K.S. Determinação Analítica da Relação Momento-Rotação em Ligações Viga-Pilar de Estruturas Pré-Moldadas de Concreto. V SIMPÓSIO EPUSP SOBRE ESTRUTURAS DE CONCRETO. Junho. São Paulo. SP, 2003.

HADADE, M. Â. S. Comportamento de ligações viga-pilar típicas com continuidade de armadura negativa em estruturas pré-fabricadas. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 228p. Tese (Doutorado), 2016.

JEREMIAS, A. C. J. Análise da estabilidade de estruturas pré-moldadas de concreto: influência das ligações semirrígidas. Dissertação (Mestrado em estruturas). São Carlos. Universidade Federal de São Carlos, 2007.

MIOTTO, A. M. Ligações viga-pilar de estruturas de concreto pré-moldado com ênfase ao estudo da deformabilidade ao momento fletor. São Carlos. Tese (doutorado) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, 2002.

SOARES, A. M. M. Análise estrutural de pórticos planos de elementos pré-fabricados de concreto considerando a deformabilidade das ligações. São Carlos. 178p. Dissertação (Mestrado) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, 1998.

SOUZA, A.S. Comportamento de elementos pré-moldados de concreto com ligações semirrígidas. São Carlos. 96f. Dissertação (Mestrado em estruturas) – Universidade Federal de São Carlos, 2006.

Publicado

2022-12-27 — Atualizado em 2022-12-27

Versões

Como Citar

CATOIA, B.; TOBAL JUSTO , C. A.; DE ARAUJO FERREIRA , M. METODOLOGIA PARA MEDIDA DE ROTAÇÃO E CURVATURA EM ZONA DE DISTÚRBIO DE VIGAS DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO. REEC - Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 18, n. 2, p. 72–88, 2022. DOI: 10.5216/reec.v18i2.73764. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reec/article/view/73764. Acesso em: 2 mar. 2024.