ESTUDO DO USO DAS FICHAS DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO DIGITAL EM EMPRESAS GOIANIENSES

Autores

  • Larissa Eterna Taveira e Silva Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. larissa.taveira@discente.ufg.br https://orcid.org/0000-0001-7883-7087
  • Talyssa Viana de Sousa Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. talyssaviana@discente.ufg.br https://orcid.org/0000-0001-7587-5600
  • Victor Venâncio da Silva Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. victorvsilva@discente.ufg.br
  • Tatiana Gondim do Amaral Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. tatianagondim@ufg.br https://orcid.org/0000-0002-9746-4025

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v19i2.71137

Palavras-chave:

Canteiros Digitais, Tecnologias Digitais, Controle de Qualidade, Indústria 4.0, Produtividade

Resumo

Nos últimos anos, especialmente no atual contexto de pandemia, observa-se uma evolução no interesse sobre a utilização de tecnologias digitais em canteiros, a exemplo do crescimento de ações voltadas à adoção do BIM, as iniciativas visando à capacitação profissional para a realização de projetos e obras, e as discussões em torno da utilização integrada das tecnologias digitais. A Ficha de Verificação de Serviço (FVS) Digital é uma dessas tecnologias, sendo uma ferramenta de controle e gestão dos serviços executados mais efetivamente se comparada com as fichas tradicionais. Assim, o objetivo deste trabalho é estudar, por meio de entrevistas via Google meet e visitas nos canteiros, o uso desta tecnologia por algumas empresas goianienses, levantando as motivações, dificuldades, adaptabilidade e os ganhos que elas tiveram ao implantar a FVS digital nos seus canteiros. Analisando as respostas dos entrevistados tanto nas reuniões online quanto nas visitas nas obras, é notável que a FVS digital consegue resolver muitos dos problemas de controle e gerenciamento dos serviços executados em obra, como a agilidade das inspeções, a facilidade de visualização e controle dos dados obtidos e a diminuição no volume de papel gerado, mas ainda há alguns conflitos em relação à tecnologias e seus usuários e o setor, como a problemas na assimilação da ferramenta por alguns usuários e o preenchimento das plataformas em si.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Eterna Taveira e Silva, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. larissa.taveira@discente.ufg.br

Engenheira Civil, Graduada pela Escola de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Federal de Goiás (EECA/UFG)

Talyssa Viana de Sousa, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. talyssaviana@discente.ufg.br

Engenheira Civil, Graduada da Escola de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Federal de Goiás (EECA/UFG)

Victor Venâncio da Silva, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. victorvsilva@discente.ufg.br

Graduando em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Federal de Goiás

Tatiana Gondim do Amaral, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil. tatianagondim@ufg.br

Engenheira Civil, Doutora, Professora da Escola de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Federal de Goiás (EECA/UFG)

Referências

ANVERSA, G.B. Machine Learning e seus usos na construção. Sienge Plataforma, 2020. Publicado em 17/04/2020. Acesso em 02/04/2021. Disponível em: https://www.sienge.com.br/blog/machine-learning-e-seus-usos-na-construcao/

BALTLETT, K.; BLANCO, J. L.; FITZGERALD, B.; JOHNSON, J.; MULLIN, A. L.; RIBEIRINHO, M. J. Rise of the platform era:

The next chapter in construction technology. Publicado em 30/10/2020. Acesso em 02/04/2020. Disponível em: https://www.mckinsey.com/industries/private-equity-and-principal-investors/our-insights/rise-of-the-platform-era-the

-next-chapter-in-construction-technology

BÖES, J. S.; PATZLAFF, J. O.; GONZÁLEZ, M. A. S. Estudo sobre a gestão da informação no controle de qualidade de obras: Uma análise da aplicabilidade da tecnologia da informação e comunicação (TIC). In: XVI Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. ENTAC: São Paulo, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/320259436_Estudo_sobre_a_gestao_da_informacao_no_controle_de_qual idade_de_obras_uma_analise_da_aplicabilidade_da_tecnologia_da_informacao_e_comunicacao_TIC/. Acesso em: 05/10/2021.

BRYNJOLFSSON, E.; MCAFEE, A. The Second Machine Age: Work Progress and Prosperity in a Time of Brilliant Technologies. 1° ed. New York: W. W. Norton, 2014.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Indústria 4.0 Modo Covid-19: Uma análise de tendências, tecnologias, startups e atividades que definem a indústria 4.0 relacionada à COVID-19. Brasil, 2020.

CROTTY, R. The Impact of Building Information Modelling. SPON Press. Nova Iorque, 2012.

DUTTON, W. H. Computers and Society. In: International Encyclopedia of the Social & Behavioral Sciences, 2001. Information and Communication Technologies. ScienceDirect. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/topics/computer-science/information-and-communication-technologies/. Acesso em: 05/10/2021.

ERICKSON, B. J.; KORFIATIS, P.; AKKUS, Z.; KLINE, T. L. Machine Learning for Medical Imaging. RadioGrafics, Vol. 37, N°2. Radiological Society of North America, 2017.

FUNDAÇÃO INSTITUTO ADMINISTRAÇÃO. Tecnologia na Construção Civil: o que é, importância e exemplos. FIA, 2020. Disponível em: https://fia.com.br/blog/tecnologia-na-construcao-civil/. Acesso em: 20/07/2021.

FIRJAN. Indústria 4.0. Cadernos SENAI de Inovação, Abril 2016.

GANDOMI, A., HAIDER, M. Beyond the hype: Big data concepts, methods, and analytics. In: International Jornal of Information Management. Vol. 35, Issue 2. Elsevier Ltd: 2015. pp. 137-144. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ijinfomgt.2014.10.007. Acesso em: 05/10/2021.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6° ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HARTY, J.; KOUIDER, T.; PATERSON, G. Getting to grips with BIM: a guide for small and medium-sized architecture, engineering and construction firms. 1° ed. Abingdon: Routledge, 2016.

IRIZARRY, J.; COSTA, D. B. Exploratory study of potential applications of unmanned aerial systems for construction management tasks. Journal of Management in Engineering, v. 32, n. 3, p. 05016001, 2016.

LI, X.; YI, W.; CHI, H.-L.; WANG, X.; CHAN, A. P. C. A critical review of virtual and augmented reality (VR/AR) applications in construction safety. Automation in Construction, v. 86, p. 150-162, fev. 2018. disponível em <http://dx.doi.org/10.1016/j.autcon.2017.11.003>.

MASOTTI, L.F.C. Análise da implementação e do impacto do bim no Brasil. 2014. TCC(bacharel em Engenharia Civil)-Universidade de Santa Catarina,Florianópolis:2014.

MINISTÉRIO DAS CIDADES. Regimento Geral-Regimento Específico da Especialidade Técnica Execução de Obras, PBQP-H - Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat. Brasília: 2017.

MONTALVÃO, A. C. P. S. Estudo da Conversão de polarização linear-circular em antenas dual-band para leitores RFID portáteis usando metasuperfícies miniaturizadas. 2016. 193 f. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica e de Computação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal: 2016.

MOREIRA, A. C. Diretrizes para proposição de um modelo lógico baseado na Web Orientação: Aplicação voltada à rastreabilidade e recuperação de informação na Construção Civil / Adriano Castro Moreira - 2017.

NASCIMENTO, L. A. do; SANTOS, E. T. Barreiras do uso da tecnologia de informação na indústria da construção civil. In: WORKSHOP NACIONAL DE GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETO NA CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS, 5., 2002, Porto Alegre. Anais… PORTO ALEGRE: PUCRS, 2002.

PEDO, B.; BRANDALISE, F.M.P.; VIANA, D. D.; TZORTZOPOULOS, P.; FORMOSO, C. T.; WHITELOCK-WAINWRIGHT, A.

Digital Visual Management Tools in Design Management. In: Proc. 28th Annual Conference of the International Group for Lean Construction (IGLC28). Califórnia: Berkeley, 2020. Disponível em: doi.org/10.24928/2020/0071. Acesso em: 04/04/2021.

REMONDINO, F.; EL-HAKIM, S. Image-based 3D modelling: A review. The Photogrammetric Record, 21(115), p. 269-291, set. 2006.

SALEHI, H.; BURGUENO, R. Emerging artificial intelligence methods in structural engineering. Engineering Structures, p. 171, 2018.

SANTOS, M. K.; FERREIRA JÚNIOR, J. R.; WADA, D. T.; TENÓRIO, A. P. M.; BARBOSA, M. H. N.; MARQUES, P. M. A.

Inteligência Artificial, Aprendizado de Máquina, Diagnóstico Auxiliado por computador e radiônica: Avanços da imagem rumo à medicina de precisão. Radiol Bras, São Paulo, v. 52, n. 6, p. 387-396, Dec. 2019. Disponível em

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842019000600011&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 02/04/2021.

SCHIA, M. H.; TROLLSÅS, B. C.; Fyhn, H.; Lædre, O. (2019). The Introduction of AI in the Construction Industry and its Impact on Human Behavior. In: Proc. 27 th Annual Conference of the International. Group for Lean Construction (IGLC), Pasquire C. and Hamzeh F.R. (ed.), Dublin, Ireland, pp. 903-914. DOI: https://doi.org/10.24928/2019/0191. Available at:

SELLTIZ, C.; WRIGHTSMAN, L. S.; COOK, S. W. Métodos de pesquisa nas relações sociais. 1° ed. São Paulo: EPU, 1965.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Construção Civil: Relatório de Inteligência Agosto/2017. Brasil, 2017.

SILVA, L. T. E. e; SOUSA, T. V. de; SILVA, V. V. da; AMARAL, T. G. do. Tecnologias digitais utilizadas pela indústria da construção civil. In: XII SIBRAGEC. Antac: Maceió, 2021.

TIXIER, A. J.-P.; HALLOWELL, M. R.; RAJAGOPALAN, B.; BOWMAN, D. Application of machine learning to construction injury prediction. Automation in Construction, Volume 69, 2016. (PA.102-114).

WING, R. RDIF Applications in Construction and Facilities Management. ITcon Vol. 11. Journal of Information Technology in Construction, 2006. (pag. 711-721)

ZIKMUND, W. G.; BABIN, B. J.; CARR, J. C.; GRIFFIN M. Business research methods. 8° ed. Iowa City: South-Western College Pub.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

ETERNA TAVEIRA E SILVA, L.; VIANA DE SOUSA, T.; VENÂNCIO DA SILVA, V.; GONDIM DO AMARAL, T. ESTUDO DO USO DAS FICHAS DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO DIGITAL EM EMPRESAS GOIANIENSES. REEC - Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 168–185, 2023. DOI: 10.5216/reec.v19i2.71137. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reec/article/view/71137. Acesso em: 14 jul. 2024.