AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE GLOBAL DE EDIFÍCIOS DE CONCRETO ARMADO CONSIDERANDO INTERAÇÃO SOLO-ESTRUTURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v19i2.64707

Palavras-chave:

Estabilidade global, Instabilidade, Interação solo-estrutura, Apoio elástico, Concreto armado

Resumo

RESUMO:  Este trabalho tem como objetivo estudar a influência das condições de apoio considerando interação solo-estrutura na avaliação da estabilidade global de edifícios de concreto armado. Para isso, elabora-se o modelo estrutural de um edifício a ser analisado sob diferentes hipóteses de ações e condições de contorno, onde determina-se os parâmetros de estabilidade global α e γz do edifício considerando condições de apoios engastados, fixos e elásticos com interação solo-estrutura. Os resultados indicam que o edifício classifica-se como nós fixos na condição engastada e como nós móveis nas demais. Contudo, na interação solo-estrutura, a instabilidade α e coeficiente γz aproximam-se mais da situação engastada para o tipo de fundação adotado – estacas –, embora haja necessidade de considerar efeitos de 2ª ordem. Com base nos estudos levantados ao longo do trabalho, conclui-se que a interação solo-estrutura pode representar com maior fidelidade o comportamento estrutural do edifício e atingir resultados mais precisos de estabilidade global, desde que a modelagem leve em conta fatores condizentes com as condições reais da estrutura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Herber Bortoli, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Curitiba, Paraná, Brasil

Engenheiro Civil, bacharel, mestrando em Engenharia Civil, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projetos de estruturas de concreto – Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

______. NBR 6120: Ações para o cálculo de estruturas de edificações. Rio de Janeiro, 2019.

______. NBR 6122: Projeto e execução de fundações. Rio de Janeiro, 2019.

______. NBR 6123: Forças devidas ao vento em edificações. Rio de Janeiro, 1988.

______. NBR 8681: Ações e segurança nas estruturas. Rio de Janeiro, 2001.

______. NBR 6484: Sondagens de simples reconhecimento com SPT – Método de ensaio. Rio de Janeiro, 2001.

ADA, M.; AYVAZ, Y. The Structure-Soil-Structure Interaction Effects on the Response of the Neighbouring Frame Structures. Latin American Journal of Solids and Structures, v. 16, n. 8, 2019.

ANSARI, T. A.; JAMLE, S. Performance Based Analysis of RC Buildings with Underground Storey Considering Soil-Structure Interaction. International Journal of Advanced Engineering Research and Science, v. 6, n. 6, p. 767-771, 2019.

ANTONIAZZI, J. P.; ALVA, G. M. S.; SOARES, J. M. D. Procedimento para a consideração da interação soloestrutura em edíficios com fundações em sapatas isoladas. In: Anais do 52° Congresso Brasileiro do Congresso – 52CBC, Fortaleza, 2010.

ARAÚJO, A. G. D. Provas de carga estática com carregamento lateral em estacas hélice contínua e cravadas metálicas em areia. 221p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.

BARROS, P. G. S. et al. Influência dos elementos especiais de concreto armado na estabilidade global da estrutura. In: Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia – CONTECC, Maceió, 2018.

BERBERIAN, D. Engenharia de Fundações. Brasília: INFRASOLO/FUNDEX, 2010.

BERBERIAN, D. Estimativa do Coeficiente de Recalque Através de Correlações Semi-Empíricas e Provas de Placas. In: XVIII Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica – COBRAMSEG, Belo Horizonte, 2016.

CINTRA, J. C. A. Carregamento Lateral em Estacas. São Carlos: Oficina de Textos, Departameto de Geotecnia, 2002.

CHRISTIAN, P.; PUPPI, R. F. K. Estudo da interação solo-estaca sob carregamento horizontal. Geotecnia, n. 133, p. 91-101, 2015

DINIZ, C. W. S.; LAGES, E. N. BARBOZA, A. S. R. Estabilidade global de sistemas estruturais de edifícios considerando a ligação viga-pilar parede. Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, v. 12, n. 4, p. 705-737, 2019.

FATAHI, B. et al. Performance of laterally loaded piles considering soil and interface parameters. Geomechanics and Engineering, v. 7, n. 5, 2014, p. 495-524.

FEITOSA, L. A.; ALVES, E. C. Estudo da estabilidade global de edifícios altos com lajes protendidas. Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, v. 8, n. 2, p. 196-224, 2015.

FREITAS, F. C.; LUCHI, L. A. R.; FERREIRA, W. G. Análise da estabilidade global das estruturas e ações de controle dos seus efeitos. Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, v. 9, n. 2, p. 192-213, 2016.

FIGUEIREDO, L. C. et al. Determinação do Coeficiente de Reação Vertical (Kv) e Horizontal (Kh) de um solo Tropical em Cuiabá. In: Anais do Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica na Região Centro Oeste – GEOCENTRO, Goiânia, 2017.

GUTIERRE, S. M. Estudo sobre a Contribuição das Lajes na Estabilidade Global de Edifícios. 144p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

MARZOLA, M. M. Análise do comportamento de estaca escavada de pequeno diâmetro submetida a carregamento horizontal em solo não saturado. 224 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

MILANI, A. S. Análise de Torres Metálicas Treliçadas de Linhas de Transmissão considerando a Interação Solo-estrutura. 190p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2012.

MONCAYO, W. J. Z. Análise de segunda ordem global em edifícios com estrutura de concreto armado. 221p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011.

POULOS, H. G. Tall buildings foundation design. Boca Raton: CRC Press, 2017.

REESE, L. C.; VAN IMPE, W. F. Single Piles and Pile Groups Under Lateral Loading. Boca Raton: CRC Press, 2014.

VELLOSO, D. A.; LOPES, F. R. Fundações: Critérios de Projeto, Investigação do Subsolo, Fundações Superficiais, Fundações Profundas. São Paulo: Oficina de Textos, 2012.

VIEIRA, V. V. S.; RODRIGUES FILHO, S. J.; VELOSO, L. A. C. M. Análise da estabilidade global de edifícios de concreto armado utilizando o coeficiente γz. Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, v. 10, n. 5, p. 1113-1140, 2017.

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

HERBER BORTOLI, L. AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE GLOBAL DE EDIFÍCIOS DE CONCRETO ARMADO CONSIDERANDO INTERAÇÃO SOLO-ESTRUTURA. REEC - Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 272–284, 2023. DOI: 10.5216/reec.v19i2.64707. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reec/article/view/64707. Acesso em: 23 jun. 2024.