ANÁLISE DA ESTABILIDADE LATERAL DE UMA VIGA PRÉ-MOLDADA DE CONCRETO PARA PONTE EM FASES TRANSITÓRIAS [ Analysis of lateral stability of precast concrete beams for bridges in transitory phases ]

  • Graziela Borges Borghi Universidade Federal de Goiás
  • Guilherme de Paula Lisboa
  • Daniel de Lima Araújo

Resumo

RESUMO: As estruturas de concreto, em geral, não apresentam problemas de estabilidade lateral. As fases transitórias, no entanto, se tornam um estado crítico para as vigas pré-moldadas, já que nesses casos os vínculos provisórios não restringem a rotação e a torção nos elementos, como acontece nas fases definitivas. Como consequência desse grau de liberdade, as peças podem perder o equilíbrio e se deslocar lateralmente. A verificação da instabilidade pode ser restringida para duas situações principais: elemento içado e elemento sobre apoio elástico. Vez que as recomendações normativas, em geral, apresentam parâmetros para verificação da segurança bastante simplistas, neste artigo toma-se o projeto de uma viga pré-moldada de concreto protendido e sua segurança contra a instabilidade lateral é avaliada segundo dois métodos que se baseiam ou no equilíbrio de forças na viga rotacionada ou na determinação da carga crítica de instabilidade lateral. Esses métodos são posteriormente compatibilizados a indicações normativas brasileiras e reavaliados. Acrescenta-se uma análise de sensibilidade, a fim de se conhecerem quais variáveis tem maior influência sobre os fatores de segurança propostos pelos métodos apresentados. Percebe-se que os índices de segurança são reduzidos quando da compatibilização às normativas brasileiras. Através da análise de sensibilidade, nota-se que a adoção de balanços durante as fases transitórias proporciona melhores níveis de segurança.

ABSTRACT: Concrete structures, generally, do not present lateral instability problems. However, the transitory phases become a critical state for precast beams, since in these cases the temporary supports do not restrict the rotation and torsion in the elements, as in the definitive phases. As a result of this degree of liberty, the pieces may lose their equilibrium and shift laterally. Instability studies may be restricted to two main situations: the hanging element and the element over the elastic support. Given that normative recommendations, in general, have very simplistic safety parameters, in this paper, one design of a precast concrete beam is taken and its safety against lateral instability is evaluated according to two methods, one based on the equilibrium of forces in the rotated beam and the other on the determination of its critical load of lateral instability. These methods are compatibilized to the Brazilian standard indications and reevaluated. A sensitivity analysis is added to determine which variables have the greatest influence on the safety factors proposed by the methods. It is found that the safety indicators are reduced when compatibilization to national normatives is applied. Through the sensitivity analysis, it is noted that the use of overhangs during the transitory phases improves the safety levels.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-10-2018
Como Citar
Borghi, G., Lisboa, G., & Araújo, D. (2018). ANÁLISE DA ESTABILIDADE LATERAL DE UMA VIGA PRÉ-MOLDADA DE CONCRETO PARA PONTE EM FASES TRANSITÓRIAS [ Analysis of lateral stability of precast concrete beams for bridges in transitory phases ]. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 15(1). https://doi.org/10.5216/reec.v15i1.49640
Seção
Estruturas