POLUIÇÃO DO AR POR MATERIAL PARTICULADO EM ÁREA INTRAURBANA NO RIO DE JANEIRO: ALGUNS ASPECTOS METODOLÓGICOS (doi:10.5216/reec.V10i3.32901)

Autores

  • Jose Luiz Gatto Pereira Universidade Iguaçu
  • Julio Domingos Nunes Fortes Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Eduardo Monteiro Martins Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v10i3.32901

Resumo

RESUMO: O objetivo geral deste trabalho foi mensurar simultaneamente as concentrações de material particulado de 10µm, MP10, em dois pontos de amostragem separados por 280m dentro do campus de um Instituto de Pesquisa em Saúde, na cidade do Rio de Janeiro. Os dois pontos foram escolhidos com diferentes parâmetros físicos ambientais, como topografia, presença de bosque, proximidade de rodovia e construções. O objetivo específico foi detectar se há variações significativas nos valores das concentrações dos pares de medidas nessa baixa resolução espacial. Foram realizadas 16 amostragens durante dois meses, com duração entre 4h e 6h para cada exposição, em horário diurno de grande movimentação de veículos. Concluiu-se que a média dos valores das concentrações em cada ponto de amostragem apresentaram diferenças mesmo nessa pequena escala. Além disso, os valores estavam acima da média recomendada pela Organização Mundial da Saúde e considerados inadequados pelo programa de monitoramento do ar realizado na cidade do Rio de Janeiro. ABSTRACT: The aim of this study was to measure simultaneously the particulate matter concentrations of 10µm, MP10, in two sampling points separated by 280m within the campus of an Institute of Health Research, in city of Rio de Janeiro. The two points were chosen with different environmental physical parameters such as topography, forest attendance, highway proximity and buildings. The specific objective was to detect if there are significant variations in the values of pairs of concentrations measured at the low spatial resolution. Were taken 16 samples for two months, lasting between 4 and 6 hours for each daytime exposure, at the time of large circulation of vehicles. It was concluded that the average values of the concentrations at each sampling point differences in this small scale. In addition, the obtained values were above average recommended by the World Health Organization and considered inadequate by program of monitoring in the air of government of Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jose Luiz Gatto Pereira, Universidade Iguaçu

Mestre em Engenharia Ambiental pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ. Professor da Universidade Iguaçu, UNIG, Faculdade de Engenharia, Nova Iguaçu, RJ, Brasil.

Julio Domingos Nunes Fortes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Ensp, Fiocruz, RJ. Professor do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, RJ, Brasil.

Eduardo Monteiro Martins, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Físico-Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. Professor do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, RJ, Brasil.

Downloads

Publicado

2015-11-11

Como Citar

PEREIRA, J. L. G.; FORTES, J. D. N.; MARTINS, E. M. POLUIÇÃO DO AR POR MATERIAL PARTICULADO EM ÁREA INTRAURBANA NO RIO DE JANEIRO: ALGUNS ASPECTOS METODOLÓGICOS (doi:10.5216/reec.V10i3.32901). REEC - Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 10, n. 3, 2015. DOI: 10.5216/reec.v10i3.32901. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reec/article/view/32901. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Meio Ambiente