INSTALAÇÕES PREDIAIS HIDRÁULICAS E SANITÁRIAS EM ESCOLAS PÚBLICAS: PATOLOGIAS E SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS

  • Fabiana de Almeida Barros UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
  • Diego Vinícius Curvo Santiago Silva Universidade de Cuiabá (UNIC)
  • Rafael Pedrollo de Paes Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)

Resumo

RESUMO: O presente trabalho tem como principal objetivo fazer o levantamento das condições dos sistemas prediais hidráulicos e sanitários de escolas públicas da regional norte do município de Cuiabá, Mato Grosso. Para isso, foram realizados estudos de diagnóstico desses sistemas em três diferentes edificações de tipologia educacional. O diagnóstico foi realizado por meio de inspeção visual e registros fotográficos dos ambientes sanitários, além da aplicação de questionário aos usuários das edificações. Como os dados coletados foram observados que os aspectos de maior insatisfação relacionam-se com manifestações patológicas de fácil intervenção e correção, como a falta de higiene, mau cheiro dos ambientes, vazamentos visíveis, entupimentos, mau posicionamento dos bebedouros e empoçamento de água. Nesse contexto, recomenda-se que a administração pública mantenha um programa contínuo de manutenção das escolas, a fim de prevenir ou diminuir essas manifestações. Dessa forma, seriam evitados grandes gastos com problemas de proporções majoradas por descuido e falta de manutenção, além disto, seriam mantidas condições apropriadas de saúde e o bom estado do ambiente educacional dos alunos. A maior contribuição deste trabalho é mostrar a situação em que se encontram os sistemas prediais hidráulicos sanitários das escolas públicas e, também, a identificação de que o bom estado das escolas públicas depende dos cuidados advindos desde a sua concepção até sua utilização pós-ocupação, contando suporte proveniente do governo e gestores, bem como, recursos financeiros que sejam adequados e suficientes para as necessidades de operação e manutenção e ao funcionamento adequado das atividades educacionais no Brasil. ABSTRACT: This study aims to survey the condition of water supply and drainage facilities of public schools in the northern regional city of Cuiabá, Mato Grosso - Brazil. For this, it was made a plumbing system diagnosis of facilities by visual inspection and photographic records data and a questionnaire to the users of the buildings. In the results, the aspects of greatest dissatisfaction are related to pathological manifestations of easy intervention, such as poor hygiene, bad smell, leaks, clogs, wrong positioning of troughs and puddling of water. In this context, it is recommended that the government keep a maintenance program of the schools in order to prevent or lessen these manifestations. Thus would be avoided more expenses with greater problems through carelessness and especially the health and good condition of the educational environment of students would be preserved. The major contribution of this work is to show the situation of building facilities of public schools and the identification that the good condition of public schools depend on care arising from its projection to the end user, with care from the government, with financial resources that are appropriate and sufficient to the needs of the correct functioning of educational activities in Brazil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana de Almeida Barros, UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Engenheira sanitarista e ambiental
Diego Vinícius Curvo Santiago Silva, Universidade de Cuiabá (UNIC)
Eng. Eletricista, Professor da Universidade de Cuiabá (UNIC).
Rafael Pedrollo de Paes, Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)
Eng. Sanitarista e Ambiental , Msc. Eng. Hidráulica e Saneamento, Professor, Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)
Publicado
20-03-2016
Como Citar
Barros, F., Santiago Silva, D. V., & Paes, R. (2016). INSTALAÇÕES PREDIAIS HIDRÁULICAS E SANITÁRIAS EM ESCOLAS PÚBLICAS: PATOLOGIAS E SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 11(2). https://doi.org/10.5216/reec.V11i2.32880
Seção
Construção Civil