Estudo do solo-cimento-autoadensável produzido com solos da região do Porto-PT. PARTE II: avaliação da resistência e desempenho mecânico por meio da medição da resistividade elétrica e velocidade de propagação de ondas de ultrassom.

  • Marco Antônio Morais Alcantara FEIS/UNESP
  • Sandra Conceição Barbosa Nunes
  • João Filipe Meneses Espinheira Rio

Resumo

(D.O.I.: 10.5216/reec.V9i1.29946) RESUMO: O artigo apresenta um estudo do solo-cimento autoadensável, sobre utilização da medição das propriedades relativas à resistividade elétrica e da velocidade de propagação de ondas de ultrassom, como meios de se buscar subsídios para esclarecer o processo de estabilização, bem como de se encontrar um meio indireto para a estimativa do valor da resistência e do desempenho mecânico. Para tanto, foi realizado um experimento a partir da utilização de um solo residual da região do Porto-Pt, cimento Portland, água, e aditivo de atuação estérica e eletrostática. A proporção dos materiais foi adotada a partir do peso seco do solo, conforme teores que variaram de 20, 25, e 30% de cimento, 41, 44 e 47% para a água, e 0,66, 0,80 e 0,93% para a variação do teor do superplastificante. Os ensaios no realizados no estado fresco procuraram seguir os protocolos de avaliação utilizados para os casos de argamassas e de concretos autoadensáveis; e, no estado endurecido, foram realizados os ensaios de resistência à compressão simples, resistência à flexão, e a avaliação dos valores da resistividade elétrica e da velocidade da propagação de ondas ultrassom. Os resultados indicaram haver aproximação entre o solo-cimento-auto-adensável e os concretos e argamassas; bem como, a variação dos valores da resistividade elétrica e da velocidade de propagação de ondas de ultrassom se apresentaram coerentes com a idade de cura e com os valores de resistência mecânica alcançados. ABSTRACT: The article presents a study of the soil-cement self-compacting, on the feasibility of using the measurement of the properties on the electrical resistivity and the speed of propagation of ultrasound waves as a means of seeking information to clarify the stabilization process as well as to find an indirect means for estimating the value of resistance and mechanical performance. Therefore, an experiment was carried from the use of a residual soil of the region of Porto-Pt, Portland cement, water and additive steric and electrostatic actuation. The ratio of materials was taken from the dry weight of soil as levels varying from 20, 25, and 30% cement, 36, 39 and 42% for water, and 4, 6 and 8% for changes the content of superplasticizer. The tests performed on fresh state sought to follow the evaluation protocols used for cases of mortars and self-compating concretes; in the hardened state, the tests were performed compressive strength, flexural strength, and evaluation of the values of electrical resistivity and the speed of propagation of ultrasound waves. The results showed approach between the soil-cement-and self-compacting concrete and mortar; strength values correlated with the values of the water / cement ratio; well as the variation of the values of electrical resistivity and the propagation velocity of ultrasonic waves is presented consistent with age curing and mechanical resistance values achieved.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Antônio Morais Alcantara, FEIS/UNESP
Engenheiro Civil Mestre em Engenharia Civil (geotecnia) Doutor em Engenharia Civil (Materiais e Estruturas)
Publicado
06-09-2014
Como Citar
Alcantara, M. A., Nunes, S., & Rio, J. F. (2014). Estudo do solo-cimento-autoadensável produzido com solos da região do Porto-PT. PARTE II: avaliação da resistência e desempenho mecânico por meio da medição da resistividade elétrica e velocidade de propagação de ondas de ultrassom. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 9(1). https://doi.org/10.5216/reec.v9i1.29946
Seção
Construção Civil