A CONSTRUÇÃO DE INVENTÁRIO E A INTERPRETAÇÃO DE DOCUMENTOS: A EXPERIÊNCIA DAS PRÁTICAS CURRICULARES NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Autores

  • Roseane Maria de Amorim Universidade Federal de Alagoas
  • Lílian Barbara Cavalcanti Cardoso Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v13i1.35976

Resumo

Este artigo propõe analisar os resultados de uma pesquisa realizada na UniversidadeFederal de Alagoas, que teve como objetivo principal elaborar um inventário do acervo doscursos de Ciências Humanas da Universidade entre os anos de 1950 a 1990. A identificação,descrição e interpretação dos documentos são fundamentais para que outros pesquisadorespossam realizar novos trabalhos, além de contribuir para o acervo em si e para pesquisasinteressadas na História da Educação no Brasil. A nossa base teórica se encontra nos estudosda Nova História, especificamente na História Cultural, na medida em que tomamos osdocumentos investigados como elementos essenciais para estudar as ações educativasinscritas nas culturas dos sujeitos que passaram pela Universidade. Por meio do inventáriorealizado, compreendemos que o ensino vivido na instituição estava dissociado da pesquisa eda extensão, tanto no período inicial da criação da Universidade, quanto posteriormente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-03-29