EDUCAÇÃO DO CAMPO: A INCLUSÃO EXCLUDENTE NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DE RONDÔNIA

Autores

  • Claudinei Frutuoso Universidade Federal de Rondonia
  • Marcia Ângela Patrícia Universidade Federal de Rondônia
  • Rosângela de Fátima Cavalcante França Universidade Federal de Rondônia
  • Antônio Carlos Maciel Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v11i2.27694

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar os impedimentos da efetivação da educação do e no campo nos assentamentos rurais de Rondônia. Em todos os indicadores sociais e educacionais, as populações do campo estão em desvantagem, sejam eles relativos à matrícula, ao desempenho educacional dos alunos, à formação dos profissionais em educação ou a infraestrutura das escolas. Desta forma, busca-se responder: Quais os impedimentos para a efetivação da Educação do e no Campo? A pesquisa foi realizada em caráter bibliográfico, com pesquisa em livros, artigos, dissertações e teses. A fundamentação teórica se norteia por autores renomados como Arroyo, Caldart e Freire. A pesquisa de campo foi realizada no município de Machadinho D Oeste, Rondônia em uma escola pólo municipal que atendendo aos assentamentos rurais Lajes, Tabajara I e Tabajara II. A coleta de dados foi feita através de observações, de entrevistas e questionário e os resultados apontam para: a formação dos professores que são designados para trabalhar nas escolas do campo não tratando das especificidades dessa realidade; as políticas públicas para a educação do campo, principalmente no interior do país; os currículos são deslocados das necessidades e das questões do campo e dos interesses dos seus sujeitos; a gestão escolar está desprovida de conhecimentos pertinentes a administração e ações pedagógicas e políticas capazes de redirecionar o ensino e a aprendizagem mediante a realidade do campo e a matrícula não é sinônimo de permanência e qualidade, constatando que 32% dos alunos ficaram retidos em 2009, 28% em 2010 e 26% em 2011.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudinei Frutuoso, Universidade Federal de Rondonia

Professor da educação basica desde 1997, graduado em Pedagogia pela Universidade Federal de Rondonia e Pós-graduado em Metodologia do Ensino Superior tambem pela UNIR, aluno do Curso de Pós-graduação stricto sensu " Mestrado em Educação"

Marcia Ângela Patrícia, Universidade Federal de Rondônia

Professora auxiliar do Departamento de Educação-UNIR-Campus Ariquemes, ministra disciplinas de avaliação escolar, alfabetização e Curriculo.

Rosângela de Fátima Cavalcante França, Universidade Federal de Rondônia

Professora Doutora  do DED- Departamento de Educação Campus Porto Velho, Vice-Coordenadora do Mestrado em Educação-PPGE-UNIR

Antônio Carlos Maciel, Universidade Federal de Rondônia

Professor Doutor  do DECED- Departamento de Educação Campus Ariquemes, Coordenador do Mestrado em Educação-PPGE-UNIR

Publicado

2018-07-24