LICENCIATURA VERSUS BACHARELADO: A CULTURA DA POLARIZAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL DOS PROFESSORES

Autores

  • Ademilson de Sousa Soares Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v9i1.15673

Resumo

A cultura da polarização entre licenciatura e bacharelado nas instituições responsáveis pela formação inicial dos professores é analisada a partir da revisão de literatura pertinente. O trabalho está organizado em torno de reflexões teóricas sobre a temática e busca problematizar os projetos pedagógicos dos cursos de formação de professores. Para os graduandos, o conflito entre ser bacharel ou ser licenciado fica acentuado pela oposição quase intransponível entre ser professor da educação básica e ser pesquisador na universidade — opção quase sempre reservada àqueles que se dedicam aos estudos em nível de bacharelado. Como conclusão, é proposta uma aproximação entre os dois campos de formação que produza a superação de antagonismos e favoreça o comprometimento da universidade com a sociedade no sentido de qualificar bacharéis e licenciados para responderem às demandas urgentes da população brasileira, manifestas na escola e fora dela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-09-17