EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA E ENSINO DE GÊNEROS DIGITAIS: ABORDAGEM COM FOCO NAS CONCEPÇÕES DOCENTES

Autores

  • Nádson Araújo dos SANTOS Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, nadson.araujo@gmail.com
  • Adriana Cavalcanti dos SANTOS Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, adricavalcanty@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-4556-282X
  • Maria Auxiliadora da Silva CAVALCANTE Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, maria_auxiliadora8@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-4028-2669

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v24i1.62281

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar reflexões sobre os multiletramentos e a educação linguística por meio de uma abordagem possibilitada pelo ensino dos gêneros digitais, tais como: e-mail, blog, com foco na concepção que têm docentes da educação básica, sobretudo no que se refere às competências comunicativas e ao ensino-aprendizagem de língua portuguesa para a ampliação dos letramentos. São discutidas as concepções de multiletramentos e gêneros digitais. Adotamos por contribuições teóricas: Kersch, Coscarelli e Cani (2016), Marcuschi e Xavier (2010), Rojo (2012, 2013), Rojo e Moura (2019). O corpus da análise se constituiu de entrevistas semiestruturadas. Os resultados mostram que os docentes avaliam o ensino de gêneros digitais como possibilidade de ampliação dos letramentos dos alunos e afirmam que fazem uso das tecnologias digitais da informação e comunicação no ensino de língua. A investigação evidencia que o ensino de gêneros digitais pode ampliar as competências linguísticas relacionadas à cibercultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nádson Araújo dos SANTOS, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, nadson.araujo@gmail.com

Doutorando e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Didáticas de Leitura, da Literatura e da Escrita e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Gramática, Análise Linguística e Variação.

Adriana Cavalcanti dos SANTOS, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, adricavalcanty@hotmail.com

Pós-Doutora em Ciências da Educação pela Universidade do Porto - Portugal, sob supervisão da Professora Catedrática Carlinda Leite (2018-2019). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Pernambuco (2003), graduação em Letras - Autarquia de Ensino Superior de Arco Verde (1998), Especialista em Avaliação Educacional de Língua Portuguesa, pela Universidade Federal de Pernambuco, Especialista em Conteúdos Programáticos de Língua Portuguesa e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Em 2014, concluiu seu doutorado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, Linguagem e Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: Alfabetização e Letramento; Leitura e produção; e Saberes e Metodologia da Língua Portuguesa. É líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Didáticas de Leitura, da Literatura e da Escrita (GELLITE).

Maria Auxiliadora da Silva CAVALCANTE, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas, Brasil, maria_auxiliadora8@hotmail.com

Graduada em Letras pela Universidade Federal de Alagoas (1996), com doutorado em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Alagoas (2001) e Pós-Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto-PT (2011). Professora associada IV da Universidade Federal de Alagoas (2002) e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFAL, no período de 2002 a 2018, no qual orientei 03 teses de doutorado, 23 dissertações de mestrado, 13 monografias de especialização, 52 trabalhos de conclusão de curso TCC (graduação), 14 orientações de Iniciação Científica, financiadas pelo CNPq/Capes/Fapeal e Ufal. Atualmente leicona nos Cursos de Graduação em Pedagogia presencial e à distância e do Curso de Letras, atuando nos seguintes temas: Ensino e Aprendizagem de Língua Portuguesa, Variação Linguística e Ensino; Alfabetização e Letramento; Saberes e Metodologias no Ensino da Língua Portuguesa; Estágio Supervisionado de Língua Portuguesa; Formação de professores e educação continuada. Lider do Grupo de Pesquisa CNPq Investigação e Estudos em Variação Linguística, Leitura, Escrita e Alfabetização.

Downloads

Publicado

2020-10-30

Como Citar

SANTOS, N. A. dos .; SANTOS, A. C. dos .; CAVALCANTE, M. A. da S. . EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA E ENSINO DE GÊNEROS DIGITAIS: ABORDAGEM COM FOCO NAS CONCEPÇÕES DOCENTES. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 24, n. 1, p. 89–100, 2020. DOI: 10.5216/lep.v24i1.62281. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/62281. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

O ensino de línguas por meio de gêneros e mediado por tecnologias digitais