A POLISSEMIA NA SALA DE AULA DE ENSINO FUNDAMENTAL: LIVROS DIDÁTICOS E DICIONÁRIOS ESCOLARES

Autores

  • Khézia Cristina de SOUZA Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão
  • Sheila de Carvalho Pereira GONÇALVES Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v22i2.57453

Resumo

O dicionário e o livro didático são instrumentos importantes no ensino da sala de aula. Neste trabalho, pretendemos analisar o fenômeno da polissemia nos livros didáticos em contraposição aos dicionários escolares. Nosso corpus é composto pelas seguintes obras: ALVES, Rosemeire; BRUGNEROTTO, Tatiane. Vontade de saber Português. São Paulo: FTD, 2014; FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Aurélio Júnior: dicionário escolar da língua portuguesa.  Curitiba: Positivo, 2011; GEIGER, Paulo (Org.) Caldas Aulete: minidicionário contemporâneo da língua portuguesa.  3 ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2011; SARAIVA, Kandy S. de Almeida; OLIVEIRA, Rogério Carlos G. de. Saraiva jovem; dicionário da língua portuguesa ilustrado.  São Paulo: Saraiva, 2010. Vale ressaltar que as obras selecionadas são destinadas a alunos que cursam do 6o ao 9o anos do ensino fundamental. Nossos resultados demonstram a falta de critérios, bem como o tratamento dado às informações relativas à polissemia em dicionários escolares de tipo 3.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Khézia Cristina de SOUZA, Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Estudos da Linguagem, da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão (PPGEL/UFG/RC). Bolsista pela Fundação de amparo à pesquisa do estado de Goiás (FAPEG).

Sheila de Carvalho Pereira GONÇALVES, Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão

Doutora em Análise Linguística pela UNESP. Professora permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão (PPGEL/UFG/RC). É coordenadora do projeto de pesquisa Dicionário escolar: reflexões e possibilidades.

Downloads

Publicado

2019-02-27

Como Citar

SOUZA, K. C. de; GONÇALVES, S. de C. P. A POLISSEMIA NA SALA DE AULA DE ENSINO FUNDAMENTAL: LIVROS DIDÁTICOS E DICIONÁRIOS ESCOLARES. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 22, n. 2, 2019. DOI: 10.5216/lep.v22i2.57453. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/57453. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Linguística Aplicada com foco na formação de professores: outros estudos