A PEDAGOGIA BASEADA NO GÉNERO TEXTUAL COMO PROPOSTA PARA A DIDÁCTICA DA ESCRITA EM MOÇAMBIQUE

Autores

  • Osvaldo FAQUIR Universidade Eduardo Mondlane

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v22i2.56551

Resumo

Em qualquer contexto, com as naturais variações, ensinar a escrita é uma tarefa difícil. Nesta perspectiva, parece seguro referir que contrariamente a contextos de L1, em contextos de L2, como Moçambique, com níveis de contacto acentuado entre o Português e outras línguas de matriz Bantu, a situação que rodeia a língua portuguesa, no que diz respeito ao nível de proficiência dos falantes, nível de acesso a materiais e a recursos metodológicos para o seu ensino e aprendizagem, bem como o baixo nível de preparação dos professores, é bem mais complexa. Isso cria um contexto que propicia a ocorrência de uma produção linguística, principalmente a escrita, muito baixa. Tendo em conta isso, com base nos resultados alcançados no âmbito do projecto de Doutoramento em Linguística Aplicada, na Universidade de Lisboa (FAQUIR, 2016), queremos sugerir a pedagogia baseada no género (PBG) textual (HYLAND, 2007; ROSE e MARTIN, 2012; CHRISTIE, 2013; GOUVEIA, 2014; MARTIN, 2014) como proposta metodológica de trabalho na aula ao nível do ensino secundário geral (ESG). Para o projecto inicial, a análise foi qualitativa e baseou-se nos dados recolhidos através de inquéritos dirigidos a 37 professores e 418 alunos e nos textos escritos pelos alunos, com e sem o feedback dos professores. Estes dados foram recolhidos em quatro escolas nas cidades de Maputo, Beira e Nampula. Para este artigo, a base de análise será o material escrito e apresentado pelos alunos no caderno e no quadro como correcção do TPC, com o feedback dos professores. Os resultados permitem compreender que trabalho específico os professores desenvolvem com os alunos para o treino da escrita e que implicações o mesmo tem ao nível do rendimento destes no domínio da escrita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Osvaldo FAQUIR, Universidade Eduardo Mondlane

Doutor em Linguística Aplicada pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; docente na Secção de Português, Departamento de Línguas da Faculdade de Letras e Ciências Sociais - Universidade Eduardo Mondlane.

Downloads

Publicado

2019-01-01

Como Citar

FAQUIR, O. A PEDAGOGIA BASEADA NO GÉNERO TEXTUAL COMO PROPOSTA PARA A DIDÁCTICA DA ESCRITA EM MOÇAMBIQUE. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 22, n. 2, 2019. DOI: 10.5216/lep.v22i2.56551. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/56551. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Vozes de África