HISTÓRIA IMAGINADA, LEMBRANÇA REAL

Autores

  • Flávia Cristina Bandeca BIAZETTO Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v20i1.44839

Resumo

A proposta deste estudo é analisar comparativamente a maneira como António Lobo Antunes e Mia Couto retratam o contexto de guerra em suas crônicas e como os narradores se valem da imaginação para refugiar-se do conflito. Para isso, enfocamos nossas análises nos textos “No fundo do sofrimento uma janela aberta”, publicado em “Livro de Crônicas” do escritor português e “Pescador na ida, herói na chegada” publicado em “Cronicando”, do autor moçambicano. Ao abordarem episódios relacionados à guerra, eles propõem também uma releitura do processo histórico de seus países e incitam seus leitores à criticidade em relação aos fatos retratados. A partir da articulação entre História e Ficção, os autores explicitam os mecanismos de sustentação da guerra e particularizam os efeitos do conflito nas relações humanas, dando-lhes perspectivas divergentes, notadamente, utópica e melancólica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Cristina Bandeca BIAZETTO, Universidade de São Paulo

Doutoranda da Universidade de São Paulo (USP) e Bolsista CNPq.

Downloads

Publicado

2017-01-01

Como Citar

BIAZETTO, F. C. B. HISTÓRIA IMAGINADA, LEMBRANÇA REAL. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 20, n. 1, 2017. DOI: 10.5216/lep.v20i1.44839. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/44839. Acesso em: 30 set. 2022.

Edição

Seção

Literatura africana em língua portuguesa