Voltar aos Detalhes do Artigo “O HOMEM QUE FOI DESMANCHADO” COMO (PRÉ)TEXTO DA MODERNIDADE DOI: 10.5216/lep.v18i1.35039 Baixar Baixar PDF