A BUSCA CLARICIANA EM APREENDER OS INSTANTES FUGIDIOS: UMA LEITURA A RESPEITO DE ASPECTOS TEMPORAIS EM “ÁGUA VIVA” DOI: 10.5216/lep.v18i1.35038

Autores

  • Marilia Danielle Santos CERQUEIRA Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v18i1.35038

Resumo

O artigo constitui adaptação de trabalho final do curso de Mestrado em Literatura e Cultura da Universidade Federal da Bahia – UFBA (2013). Propõe-se a analisar certos aspectos temporais em “Água viva”, de Clarice Lispector, além de apresentar uma possível leitura da obra, acerca da busca empreendida por vivenciar os instantes de forma plena. Neste estudo, o enfoque é direcionado ao contexto cultural e artístico do século XX, no qual, segundo Mendilow (1972, p. 11-17), há espécie de “obsessão pelo tempo”, como consequência da velocidade nas transformações sociais e transitoriedade das relações. ROSENFELD (2006) aponta para um processo de desmascaramento, em que as “aparências exteriores”: o tempo cronológico, o espaço e a noção de causalidade se decompõem na narrativa, a fim deprivilegiar a representação da realidade íntima. Desse modo, entende-se que “Água viva” demonstra o desejo pelo inalcançável: paralisar o fluxo temporal e apreender a vivência intensa de cada instante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marilia Danielle Santos CERQUEIRA, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Literatura e Cultura, pela Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Downloads

Publicado

2015-04-17

Como Citar

CERQUEIRA, M. D. S. A BUSCA CLARICIANA EM APREENDER OS INSTANTES FUGIDIOS: UMA LEITURA A RESPEITO DE ASPECTOS TEMPORAIS EM “ÁGUA VIVA” DOI: 10.5216/lep.v18i1.35038. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 18, n. 1, 2015. DOI: 10.5216/lep.v18i1.35038. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/35038. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê temático Literatura, Sociedade e Cultura