A PARÓDIA: UMA ESTRATÉGIA DE PROVOCAÇÃO? DOI: 10.5216/lep.v16i1.28483

Autores

  • Ida Lucia MACHADO Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Neste artigo, abordaremos o fenômeno linguageiro da paródia, em uma tentativa de localizar alguns dos elementos que acompanham (ou parecem acompanhar) seus procedimentos de construção. A Análise do Discurso e mais especialmente a Semiolinguística, de Patrick Charaudeau, constituirá a base teórica do presente trabalho. Alguns excertos de textos paródicos ilustrarão o artigo e também serão usados como instrumental de análise. O artigo busca responder a questão: A paródia, claramente exposta seria uma estratégia de provocação para criticar alguém ou alguma coisa ou ela ambiciona apenas fazer rir aqueles que saberão reconhecê-la?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ida Lucia MACHADO, Universidade Federal de Minas Gerais

Pós-doutora em Análise do Discurso pela Paris XIII e Paris III. Professora do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (FALE-UFMG). Bolsista Produtividade em Pesquisa 2 pelo CNPq.

Downloads

Publicado

2015-03-10

Como Citar

MACHADO, I. L. A PARÓDIA: UMA ESTRATÉGIA DE PROVOCAÇÃO? DOI: 10.5216/lep.v16i1.28483. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 16, n. 1, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/34393. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Autor Convidado